INVESTIGAÇÃO

Sejus investiga morte de policial penal do presídio de Parnaíba

O Sindicato alega que o policial penal morreu por Covid-19


Policial penal Nilton Tupinambá

Policial penal Nilton Tupinambá Foto: Divulgação

A Secretaria de Justiça do Piauí (SSP-PI) investiga a morte do policial penal Nilton Tupinambá, que era lotado na Penitenciária Mista Juiz Fontes Ibiapina, em Parnaíba, no litoral do Piauí. Nilton morreu nessa sexta-feira (05). O Sindicato dos Policiais Penais do Piauí (Sinpoljuspi) alega que Nilton morreu em decorrência do novo coronavírus e a Sejus não confirmou essa informação.

A Sejus disse que ainda não obteve o laudo e está acompanhando o caso. Segundo o Sinpoljuspi, Nilton sofria de hipertensão e por isso estava no grupo de risco da Covid-19, mas ainda assim não foi afastado das funções na penitenciária.

 O servidor trabalhava normalmente quando passou mal e foi hospitalizado na quinta-feira (05), vindo a falecer no dia seguinte. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: