RECOMENDAÇÃO

Governo adia 'Batalha do Jenipapo' para evitar disseminação do Coronavírus

As equipes da Sesapi estão realizando checagem de várias ações dos casos que foram suspeitos


Elenco do espetáculo Batalha do Jenipapo

Elenco do espetáculo Batalha do Jenipapo Foto: Divulgação

O Governo do Piauí decidiu adiar a solenidade alusiva à comemoração da Batalha do Jenipapo, que aconteceria nesta sexta-feira (13), no município de Campo Maior. Este ano, a encenação e entrega de outorgas aconteceria em um ginásio poliesportivo da cidade, porém, com nova decisão da Organização Mundial de Saúde, que declarou pandemia sobre o Coronavírus, o estado decidiu atender as recomendações para que sejam adotadas medidas de contenção à disseminação do vírus.

A seguir nota na íntegra sobre o caso. 

Considerando a decretação do estado de pandemia do Covid-19 (Novo Corona Vírus) pela Organização Mundial da Saúde e as recomendações para que sejam adotadas medidas de contenção à disseminação do vírus, bem como a necessidade de intensificar mecanismos emergenciais de resposta, busca por casos suspeitos, isolamento, testes e tratamento para a doença, o Governo do Estado do Piauí decidiu adiar a solenidade de outorga de medalhas em comemoração aos 197 anos da Batalha do Jenipapo. 

A decisão também leva em consideração que este ano a solenidade aconteceria em um ginásio poliesportivo, sendo este um local fechado e que acomodaria determinada aglomeração de pessoas, ambiente propício para a propagação de vírus respiratórios. Informamos que, no mesmo horário em que seria realizada a solenidade, haverá uma reunião de avaliação das medidas até aqui adotadas e um encontro com todos Diretores Clínicos e Gerais dos Hospitais Estaduais para discutir o Plano de Contingência do Piauí e apresentar medidas contra a propagação do Covid-19 no Piauí. 

Vale lembrar que em alguns estados da federação já suspenderam aulas escolares, eventos esportivos, shows culturais e demais atividades de aglomeração pública. O Piauí se manterá em estado de alerta e trabalhará para evitar a contaminação em seu território.

Secretaria Estadual de Saúde realiza nova reunião de capacitação contra Coronavirus

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, convocou uma reunião com todos os diretores das unidades de saúde para esta sexta (13), às 9h, na Escola Fazendária. A reunião tem como objetivo avaliar, juntamente com a equipe técnica, as medidas preventivas adotadas pela secretaria e intensificar o plano de contingência desenvolvido pelo órgão.

Técnicos da Secretaria Estadual de Saúde já estão avaliando a execução das ações do Plano de contingência relacionado ao novo Coronavírus. As equipes estão realizando checagem de várias ações dos casos que foram suspeitos, dos que foram descartados, além da forma como se comporta a rede de saúde, já projetando as próximas ações.

Segundo Florentino Neto a secretaria está sempre em processo de reestruturação. “Realizamos a aquisição de equipamentos de proteção individual para os profissionais e já distribuímos em toda a Rede. Também estamos buscando orientar todas as equipes de todos os hospitais estaduais e todos os diretores clínicos”, destaca.

Reunião na Sesapi


O gestor explica ainda que a SESAPI, desde o momento que soube do reconhecimento da emergência nacional está atuando fortemente para a prevenção, além de se preparar para o tratamento de supostos casos que venham a surgir no Piauí. “Neste momento onde a Organização Mundial de Saúde (OMC), reconhece a situação como pandemia, cabe a secretaria juntar esforços para avaliar o plano de contingência reunindo novamente toda a equipe para que seja reforçado ainda mais a tenção que já vem sendo realizada. Temos uma responsabilidade com a população piauiense e essa responsabilidade vai ser cumprida com muito rigor técnico, obedecendo os protocolos internacionais, as orientações da OMC e orientações do Ministério da Saúde. Por isso convocamos todos os diretores clínicos e gerais das unidades de saúde ”, pontua Florentino.

O Diretor do Instituto de Doenças Tropicais Natan Portella, Infectologista Dr. José Noronha explica sobre o que muda com a declaração de pandemia divulgada pela OMS. “A declaração de pandemia nada mais é, que uma declaração de que temos uma nova doença que está se multiplicando por vários países de uma forma que já esteja com transmissão local. Estão precisamos dá prioridade no sentido de combater essa doença. Essa definição não muda as recomendações que já haviam sendo dadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial de Saúde nos seus boletins situacionais. Então diariamente a OMS libera boletins situacionais atualizando as condições da doença ao redor do mundo e também com novas recomendações para os profissionais de saúde. Em alguns casos até para o executivo e legislativo. Essa declaração serve principalmente para que nós possamos dar prioridade para medidas de controle da doença, sejam medidas educacionais ou medidas para reestruturar e melhorar a reestruturação da rede hospitalar de atendimento”, conclui.

Fonte: Com informações do Governo do Piauí

Próxima notícia

Dê sua opinião: