INVASÃO

Reintegração de posse termina em confronto entre invasores e polícia em Teresina

Os policiais informaram que foram recebidos a pedradas e revidaram com balas de borracha


Polícia cumpre ordem de despejo em terreno de invasão e é recebida com pedradas

Polícia cumpre ordem de despejo em terreno de invasão e é recebida com pedradas Foto: Imagem enviada ao Piauí Hoje

Invasores de um terreno situado no Povoado Taboca do Pau Ferrado, na zona rural Sudeste de Teresina, entraram em confronto com Batalhão de Choque da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) e a Cavalaria da Polícia Militar (PM) durante o cumprimento de ordem de despejo e reintegração de posse de terras na manhã desta quinta-feira (24). Os policiais alegam que foram recebidos a pedradas e revidaram.

Mais de 100 pessoas estão no local e se recusam a deixar a propriedade privada mesmo com a ordem judicial expedida pelo Tribunal de Justiça do Piauí. As estruturas construídas no terreno serão demolidas  ainda hoje.

Segundo moradores, a polícia revidou com tiros de bala de borracha, spray de pimenta e de gás lacrimogênio. Após a confusão, as famílias interditaram a estrada do Pau Ferrado em protesto contra o despejo. Eles atearam fogo em árvores e pneus.

Uma morada que não quis ser identificada disse ao Piauíhoje.com que muitas pessoas que ocupam o terreno não precisam dessas terras para viver. "Eu passo lá todo dia e vejo que eles têm carros bons, motos e só for atrás muitos têm casas também. A maioria ali não precisa disso. Eles invadem esses terrenos para vender depois", disse a moradora. 

Por outro lado, os ocupantes do terreno alegam que não têm para onde ir e que vivem em situação precária. A capitã Roserlane Marciel, do Gerenciamento de Crise da Polícia Militar do Piauí, informou que o a ordem judicial foi protocolada ainda no dia 2 de setembro e que as famílias tinham 15 dias para desocupar o local. Não ocorrendo a desocupação, foi necessário o auxílio da polícia.


Próxima notícia

Dê sua opinião: