SUMIÇO

Piauiense desaparece depois de conhecer mulher pela internet; família está aflita

O jovem viajou com a mulher para a Bahia e não deu mais notícias


Cleldione Morais de Sousa

Cleldione Morais de Sousa Foto: Divulgação

O jovem piauiense Cleldione Morais de Sousa, 21 anos, está desaparecido desde o domingo (11/10) após conhecer uma mulher na internet. Ele é morador da Localidade Baixão dos Braga, na zona rural de Pedro II, e a família está aflita sem informações sobre o paradeiro dele.

Segundo os familiares, Cleldione viajou no sentido do estado da Bahia para conhecer a família da jovem que ele começou a se relacionar através da internet. A mulher foi identificada como Edivania Lúcia. 

A família relatou que em um intervalo de 15 dias Edivania esteve em Pedro II duas vezes e que na última vez ela conseguiu convencer Cleldione a viajar com ela. Sem dinheiro, o piauiense ainda negou o convite e ela garantiu que custearia a viagem. Assim, os dois saíram de Pedro II no dia 08 de outubro até Teresina, de onde partiram para o estado vizinho.

Ao chegar em Teresina, Cleldione entrou em contato com o pai e que ele depositasse dinheiro em uma conta desconhecida. O jovem disse que seria do motorista do carro e pediu que seu pai não contasse à namorada sobre o valor que tinha em conta.

O jovem é bem próximo das irmãs e estava mantendo contato com elas durante toda a viagem. No domingo (11), o piauiense disse que estaria em Feira de Santana, interior da Bahia. A irmã até achou estranho a demora em chegar à cidade, sendo que os dois estados são vizinhos, e Edivania sempre chegava rápido ao destino quando ia sozinha.

Ainda no domingo, uma das irmãs conseguiu ligar para o telefone de Cleldione e quem atendeu foi a namorada, que disse que já estavam  na casa dos pais, mas o jovem havia saído com o sogro para conhecer à cidade, e retornaria a ligação assim que chegasse em casa. Após isso, já se passaram quatro dias, o telefone de Cleldione Morais não chama, e nem recebe mais mensagens através do WhatsApp. A família está desesperada.

A família pede que qualquer informação seja repassada para os telefones (86) 9 9528-4524 / (11) 9 6339-3723.

Fonte: Com informações do Portal P2

Próxima notícia

Dê sua opinião: