IMUNIZADA

Jovem que perdeu toda a família para a Covid-19 é vacinada em Teresina e faz protesto

Maria Clara perdeu a irmã e os pais em um intervalo de 15 dias


Jovem que perdeu pai e mãe para Covid, é vacina em Teresina

Jovem que perdeu pai e mãe para Covid, é vacina em Teresina Foto: Arquivo pessoal

Foi vacinada contra a Covid-19 nessa quinta-feira (17), a  jovem Maria Clara Honorato, de 22 anos, que perdeu os pais e a irmã para a doença em um intervalo de 15 dias. A primeira a falecer foi a nutricionista Bianca Maranhão, irmã de Maria Clara. Dez dias depois morreram os pais, a  professora Noélia Maranhão e o empresário Manoel Honorato.

Maria Clara é estagiária da área da educação e por isso foi contemplada com a primeira dose do imunizante. Durante a aplicação da vacina, ela aproveitou para protestar contra o Governo Bolsonaro.

A estudante foi vestida com uma camiseta contendo a frase: "Fora Bolsonaro" . Ela também segurava um cartaz escrito “Vacina salva, máscara protege e Bolsonaro mata”.

“A dose que minha irmã, minha mãe e meu pai não tomaram”, postou Maria Clara nas redes sociais.

Família de Maria Clara/Foto: Redes sociais

Tragédia em família: covid mata pai, mãe e filha em menos de 15 dias em Teresina

Próxima notícia

Dê sua opinião: