EDUCAÇÃO

Jovem piauiense é premiada com medalha de ouro na Jornada de Foguetes no RJ

Layna é de Jaicós e estuda em Picos


Layna Manuely Martins e colegas

Layna Manuely Martins e colegas Foto: Divulgação

A estudante Layna Manuely Martins, do Instituto Monsenhor Hipólito, localizado em Picos, participou da 35ª Jordana de Foguetes realizada entre os dias 3 e 8 de dezembro em Barra do Piraí, no Rio de Janeiro. 

O evento é realizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, Agência Espacial Brasileira e Sociedade Astronômica Brasileira e reuniu estudantes de Ensino Médio cujos foguetes obtiveram bons resultados na 16ª edição da Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog) 2022.

Layna integra a equipe formada também pelos estudantes Débora Rodrigues e Felipe Matheus, que participa da Mobfog desde 2021, tendo sido medalhista nas duas edições. 

"A gente foi medalhista em 2021 e 2022 e por causa da visibilidade que a Mobfog proporcionou para mim e minha equipe, a gente foi chamado para ir para o Rio de Janeiro".


Layna é do município de Jaicós. A equipe da estudante se consagrou como uma das campeões dessa edição da Jornada de Foguetes com o alcance de 245 metros, no lançamento do foguete nível 4, movido a vinagre e bicarbonato. O grupo ficou no top 10, da turma 8.

Caravana de Natal da Coca-Cola passará pelas principais avenidas de Teresina no dia 19

Equatorial Piauí lança plano estratégico para o fim de ano no Litoral Piauiense

Câmara aprova projeto sobre normas gerais das polícias militares


Layna, premiada com medalha de ouro, disse que foi uma experiência gratificante. "Foi um trabalho muito gratificante e positivo, pois é fruto de muito empenho, desde 2021. Realmente a gente não esperava ser chamado para o Rio e quando soubemos que íamos, nos esforçamos mais ainda. Acredito que o resultado que estamos tendo é fruto de muito trabalho. Foi muito gratificante para mim representar a minha instituição, que é o Instituto Monsenhor Hipólito e também a minha cidade de Jaicós. É uma vitória não só pra mim, mas pra toda equipe".

Ela também disse que o evento proporcionou muito aprendizado. "Foi muito bom, a gente pôde aprender muito, colher informações com as outras equipes. Além de ser uma experiência em que a gente ganhou medalha, troféu, reconhecimento, a gente também ganhou em aprendizado e ensino para a gente poder sempre estar melhorando esse trabalho que a gente realiza desde 2021".

A Jornada de Foguetes integra a 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Fonte: Cidades na Net

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: