Piauí

Estudantes de Piracuruca são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA)

O resultado é fruto de ações de incentivo da escola para a produção de conhecimento através de atividades extra classe


Estudantes de Piracuruca são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA)

Estudantes de Piracuruca são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) Foto: Divulgação

Estudantes do CETI Inês Rocha, de Piracuruca, comemoram medalhas de ouro e prata na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA).  O resultado é fruto de ações de incentivo da escola para a produção de conhecimento através de atividades extra classe.  As estudantes Cecília Gabrieli Lopes Rodrigues, medalhista de ouro, e Weny Manuela Ferreira, Carla Vitória Vieira Costa e Geovana de Brito Matos, medalhistas de prata, comemoram a conquista e relatam ter tido toda a ajuda da escola para se prepararem para a competição.

Além dos medalhistas, outros seis estudantes receberam menções honrosas pela participação: Amanda Maria Brito Viana, Ana Paula Sousa dos Santos, Maria Eduarda de Assunção Sousa, Maria Luiza Ferreira da Silva, Bruno Henrique Ferreira Cardoso da Fonseca E Gabriel Rodrigues da Silva.

“Eles estavam cursando o 2° ano do Ensino Médio quando participam da competição e nossa proposta é sempre estimular os alunos a participarem de todas essas olimpíadas”, explicou Gilvan Fontenele, gestor do CETI.

Em 2020, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb, chegou a 5,3, colocando a escola entre as dez maiores notas do Estado. O CETI oferta o Ensino Médio de Tempo Integral e atende mais de 240 estudantes em 2021. Contemplada com um investimento de R$ 1.212.759,16, a escola está passando por reforma e ampliação e já está com 80% da obra concluída. Ela ganhará Laboratório de Ciências e Informática, refeitório, quadra, auditório e novas salas.

“Vamos continuar estimulando nossos alunos e mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia temos conseguido atender os estudantes com tudo que é possível. Este ano, iremos participar da OBA e MOBFOG 2021, onde os alunos também irão lançar foguetes”, disse o diretor.

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: