PREVENÇÃO

Coronavírus: Firmino Filho suspende aulas na rede municipal de ensino

A medida de suspensão começa a valer na quinta-feira (19)


Alunos da rede municipal de Teresina

Alunos da rede municipal de Teresina Foto: Divulgação

O prefeito Firmino Filho (PSDB), suspendeu as aulas da rede municipal de ensino por 15 dias a partir dessa quinta-feira (19). A decisão foi tomada durante reunião com gestores municipais para consolidar um plano de ação para a cidade a respeito da prevenção do novo coronavírus (Covid-19). 

“Temos mais de 90 mil alunos em 312 unidades de ensino da Prefeitura de Teresina. Devemos ter responsabilidade porque lidamos com vidas e precisamos manter a segurança e saúde das nossas crianças. Não há casos confirmados em Teresina, mas temos que nos preparar, levando em consideração a facilidade de transmissão do vírus. Devemos adotar um conjunto de ações para a cidade e esta reunião com os gestores municipais é justamente para alinhar essas medidas”, disse o prefeito Firmino Filho.

Na reunião também foram definidas medidas nas áreas da saúde e outros serviços ofertados pela Prefeitura de Teresina. O prefeito acrescentou que, na área de saúde, a Fundação Municipal de Saúde tem um Plano de Contingência sobre a doença. 

“Várias medidas estão sendo tomadas para garantir o atendimento à população. Na atenção básica, toda Unidade Básica de Saúde (UBS) será a porta de entrada preferencial para os casos suspeitos de Covid 19. Haverá também a suspensão de visitas no HUT e nos demais hospitais municipais, sendo apenas um visitante por paciente em dias alternados. Além disso, serão canceladas as atividades coletivas nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)”, disse.

A Prefeitura de Teresina está consolidando um documento com todas as orientações no que diz respeito às ações e funcionamento dos órgãos municipais. O prefeito Firmino Filho divulgará essas informações em entrevista coletiva nesta terça-feira (17), às 10h, no Palácio da Cidade.

AULAS SUSPENSAS EM VÁRIAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO

REDE ESTADUAL 

O Governo do Estado determinou por 15 dias suspensão das aulas na rede estadual, podendo haver prorrogação por igual período e orientou as escolas particulares e colégios da rede municipal a fazer o mesmo. Os dias suspensos contarão como adiantamento de férias, não havendo, portanto, prejuízo para o ano letivo. Solenidades do governo também estão suspensas.

“Na administração pública estão suspensos todos os eventos que reúnam em lugar fechado mais de 50 pessoas e em lugares abertos mais de cem pessoas”, disse Osmar Júnior, secretário de Estado do Governo.

UFPI, IFPI e UESPI

As aulas na Universidade Federal do Piauí (UFPI) e Instituto Federal do Piauí (IFPI) estão suspensas a partir desta terça-feira (17) e assim seguirão até 15 de abril. A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) encontra-se em período de férias e não há, até o momento, nenhuma deliberação sobre suspensão das aulas para este ano letivo, que devem iniciar dia 1 de abril.

FACULDADES

UniFacid, Estácio Ceut, Faculdade Santo Agostinho, Faete Aespi suspenderam aulas presenciais por 15 dias.

ESCOLAS PRIVADAS

Instituto Dom Barreto, Grupo CEV, Colégio Objetivo, Colégio das Irmãs, Colégio Diocesano, Colégio Pro campus, Colégio Lerote, Cidadão Cidadã, Instituto Educacional São José e Bright Bee Escola Bilíngue suspenderam por 15 dias as aulas.

Fonte: PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: