JUSTIÇA

Acusado de chacina no Piauí é condenado a mais de 22 anos de cadeia

O crime ocorreu em 2018, no povoado Retiro, no município de Baixa Grande do Ribeiro


Jhon Lennon é o mandante do crime que vítimou quatro pessoas

Jhon Lennon é o mandante do crime que vítimou quatro pessoas Foto: Divulgação

No desfecho do julgamento ocorrido no dia 7 de dezembro, Jhon Lennon dos Santos Abreu foi sentenciado a 22 anos e nove meses de reclusão pela morte de David de Moura do Carmo e pela tentativa de homicídio contra Érika Alves de Sousa Ferreira, crimes que tiveram aconteceram em 2018 no município de Baixa Grande do Ribeiro, Sul do Piauí.

O réu, também apontado como mandante e um dos executores de uma chacina que resultou na morte de quatro pessoas em abril deste ano, incluindo três membros da mesma família na mesma cidade, teve a pena definida com base na acusação de homicídio qualificado por motivo fútil.

O fato ocorreu no povoado Retiro, em Baixa Grande do Ribeiro, onde Jhon Lennon disparou contra David em um bar local, resultando na morte deste último, que tentou em vão escapar dos tiros. Posteriormente, continuando os disparos, atingiu Érika no pescoço, que sobreviveu. 

Após estar foragido desde o ocorrido em Baixa Grande do Ribeiro, Jhon Lennon dos Santos Abreu foi capturado em maio deste ano no Distrito Federal. Durante o julgamento, o promotor de Justiça Assuero Stevenson representou o Ministério Público do Piauí, com a denúncia assinada pelo promotor de Justiça Edgar Bandeira.

FALE COM A REDAÇÃO

Fone (86) 99442-5911

E-mail: redacao@piauihoje.com

Siga nas redes sociais
Mais conteúdo sobre:
Próxima notícia

Dê sua opinião: