Blogueira brasileira de 16 anos morre após luta contra câncer raro

Influencer Kamylle Marinho enfrentava o sarcoma de ewing há dois anos


Kamylle Marinho

Kamylle Marinho Foto: Reprodução

A blogueira Kamylle Marinho, de 16 anos, faleceu nesta quinta-feira (3) após travar uma longa luta contra o sarcoma de ewing, um tipo raro de câncer. A digital influencer estava há dois anos batalhando por sua saúde. Segundo a Revista Quem, Paula Marinho e Enzo Bremer, respectivamente mãe e namorado da influencer, deram a notícia.

"Em respeito a todos vocês que oraram, torceram, ajudaram... tiro minhas últimas forças para vir até aqui informar a todos que parte de mim se foi. Deus me deu, Deus tirou! Se vou entender os propósitos de Deus? Não sei! Talvez um dia... Só sei que ela será sempre luz e que a lembrança do seu sorriso, fé, amor e força me sustentará #luto @_kamymarinho", postou a mãe de Kamy.

"Você me ensinou a viver, a sonhar, a sorrir, a amar, a ter paciência. E hoje, vejo que cada ensinamento vai me servir de ajuda para manter minha vida sem você. É muito dolorido ver você partir. Você me preparou para esse momento sem que eu percebesse. Mesmo sabendo que pudesse não acontecer, você veio como um anjo da guarda, me salvar de novo. Infelizmente nossos planos de casal não vão ser realizados, mas o seu plano eu vou fazê-lo acontecer, de viver. Vou viver um dia após o outro, assim como você me ensinou. Amando hoje, sorrindo hoje, vivendo o hoje. O último 'eu te amo' que você disse foi sussurrando no meu ouvido. E eu vou guardar sua voz pra sempre no meu coração. Eu vou te amar eternamente, @_kamymarinho", escreveu Breno em seu Instagram.

Em seu Instagram, Kamylle contou que a doença começou na veia cava inferior, principal veia que transporta o sangue venoso do abdômen para o coração. "Fui diagnosticada com câncer aos 14 anos de idade, primeiramente sarcoma de ewing na veia cava inferior. Dia 26 de maio [de 2017] eu fiz a cirurgia para a retirada do tumor (17 cm, com aproximadamente 900g envolvido na veia cava) logo após iniciei os tratamentos quimioterápicos, foram mais de 100. Há 9 meses atrás eu fiz um transplante de medula óssea autólogo, sem sucesso", começou.

"Fui diagnosticada novamente com câncer, um pequeno tumor ao lado do rim direito, onde fui submetida a radiocirurgia, sem sucesso. Atualmente eu sou diagnosticada com câncer novamente ao lado do rim direito, tumor de 3 centímetros, já dei início a um novo tratamento, chama-se terapia alvo, são 4 comprimidos, 800 mg por dia. Tenho mais que 1 ano de tratamento com 3 diagnósticos, estou bem e com esperanças de que vai dar tudo certo", finalizou ela.

Fonte: Noticias ao minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: