FUTEBOL

"Não é um delinquente", diz Maradona sobre Ronaldinho Gaúcho

Ronaldinho Gaúcho está detido desde o dia 06 de abril no Paraguai


Ronaldinho Gaúcho e Maradona se abraçam

Ronaldinho Gaúcho e Maradona se abraçam Foto: AFP

Ronaldinho Gaúcho passou a ser assunto na comunidade futebolística do mundo inteiro após ser detido no Paraguai, depois de da polícia local descobrir que o ex-jogador portava documentos com conteúdo falso. Diego Maradona, que nutre um carinho pelo brasileiro, defendeu o amigo em entrevista concedida ao jornal El Dia.

"É claro que eu fiquei triste, ele não é um delinquente, apenas foi lá para trabalhar. Seu erro aparentemente é ser um ídolo, é meu amigo e o defendo até a morte", afirmou o argentino.

Detidos desde o dia 6 de abril no Paraguai, Ronaldinho e seu irmão Assis tiveram que desembolsar R$8,37 milhões como garantia para que pudessem deixar o presídio. Desde então, a dupla está em prisão domiciliar em um hotel na região central de Assunção.

A investigação tributária conduzida por autoridades paraguaias busca determinar em que contexto os documentos falsificados foram emitidos e qual o objetivo de seu uso no país, ambos tendo processado sua própria documentação brasileira.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Próxima notícia

Dê sua opinião: