EVENTO

Energia fotovoltaica será tema de Seminário realizado pelo Sinduscon Teresina

A programação inicia com palestra sobre Geração Compartilhada de Energia Solar


Dr. Francisco

Dr. Francisco Foto: Icone

Energia fotovoltaica será tema de Seminário realizado pelo Sinduscon Teresina

Na próxima quarta-feira, dia 26 de junho, o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon Teresina) realizará Seminário com o tema: “Energia fotovoltaica, oportunidades de investimentos: condomínios, consórcios e fazendas”. O evento acontece de 14h às 18h no 8º andar do edifício da Federação das Indústrias da Construção Civil (FIEP). A proposta é discutir o uso da energia solar e as possibilidades de negócios.

A programação inicia com palestra sobre Geração Compartilhada de Energia Solar: consórcios, cooperativas e EMUCs que será ministrada pelo advogado e mestre ambiental, Ms. Aloísio Pereira Neto. Em seguida, a superintendente de Parceiras e Concessões – PPP’s, Viviane Moura, abordará as Miniusinas de Energia Solar Fotovoltaica e o Programa Piauí Solar. Já a diretora financeira da Apisolar, Maria Verbena, apresentará as Formas de Negócios ligados à energia solar. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas por meio do site: www.atendimento.pi.sebrae.com.br/eventoscursos/inscricao.html

De acordo com o presidente do Sinduscon, Francisco Reinaldo, o seminário esclarecerá questões sobre a demanda de mercado para construção de empreendimentos com equipamentos que geram energia fotovoltaica. “Nesse seminário mostraremos para os construtores as oportunidades que eles podem ter com essa demanda de energia solar, como na área da construção de condomínios, ou em consórcios para que você possa produzir a energia solar e dividir com outras pessoas. É exatamente isso que nós vamos estar debatendo no evento”, relata. 

O seminário tem como público-alvo toda a cadeia produtiva do segmento de energia fotovoltaica, como os fornecedores de equipamentos e profissionais que trabalham com projetos de instalação desses equipamentos, além de demais interessados pelo tema como construtores e profissionais da construção civil.

Fonte de energia deve crescer 44% no Brasil 

No últimos anos o Brasil vem aumentando o incentivo para a produção e utilização de energia solar em empresas e residências e isso tem afetado positivamente na implementação de sistemas de energia solar fotovoltaica em todo o país. Para 2019, é previsto um salto de 44% na capacidade instalada de energia solar, segundo informações da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

O Piauí também começa a vivenciar este novo momento e os primeiros investimentos em energia limpa já estão acontecendo. De acordo com a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), no Estado cerca de 92 empreendimentos fazem uso de energia renovável e 23 estão ligados à produção fotovoltaica. 

Já a capital Teresina, de acordo com o site BlueSol – Energia Solar, ocupa 33ª posição entre as cidades que possuem maior número de sistemas instalados. Ainda segundo o site é também a cidade que traz melhor retorno, isso significa que no intervalo de três anos o consumidor financeiro pode concluir o pagamento do seu gerador fotovoltaico. 

Embora com pouco investimento em paralelo a outros países, o Brasil possui grande potencial para produção de energia solar, podendo contribuir muito mais com o meio ambiente. É importante pontuar que nenhuma fonte de energia é livre de impactos, mas em comparação às demais, a solar gera danos mínimos e traz muitos benefícios. A busca por formas mais sustentáveis de produção é uma preocupação no mundo inteiro, onde o foco central é o meio ambiente e o consumo consciente e acessível.

O seminário tem a correalização do SEBRAE e o apoio da Associação Industrial do Piauí, FIEPI e Cooperativa da Construção civil do Estado do Piauí – Coopercon.

 

Fonte: Icone comunicação

Próxima notícia

Dê sua opinião: