COMBATE A FOME

Deputado Limma destaca importância do PAS para geração de renda e combate a fome

O parlamentar se reuniu nesta terça-feira à noite com lideranças com lideranças comunitárias da Zona Rural de Teresina


O deputado Limma é um entusiasta da agricultura familiar

O deputado Limma é um entusiasta da agricultura familiar Foto: Ascom do Parlamentar

O deputado Francisco Limma (PT) destacou na noite desta terça-feira (28), a importância do Programa de Alimentação Saudáivel - PAS, do Governo do Estado, na geração de renda e combate a fome no Piauí. O PAS beneficia milhares de famílias de pequenos produtores rurais em todo o Piauí.

O destaque dado ao PAS pelo parlamentar foi durante uma reunião com lideranças comunitárias do Assentamento Bom Sossego, próximo ao povoado Tapuia, na Zona Rural de Teresina.

O PAS foi criado em 2020, por proposição do deputado Francisco Limma, para substituir o Programa de Aquisição de Alimentos - PPA, que mantido pelo governo federal e foi extinto na gestão do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o parlamentar, o programa possui duas finalidades centrais. "A primeira é promover o acesso à alimentação e a segunda e incentivar a agricultura familiar", explica Limma.

O PAS é desenvolvido pela Secretaria da Agricultura Familiar - SAF, em parceria com a Secretaria Estadual de Planejamento - Seplan, e o Emater, e beneficia diretamente mais 40 mil famílias de pequenos produtores rurais do Piauí.

Segundo dados do Tesouro Estadual, ainda no ano passado, mais de R$ 2 milhões foram assegurados para o PAS em 2022, através do edital do governo para credenciar entidades?fornecedoras de gêneros alimentícios da agricultura familiar.

No primeiro edital, em 2020, quase R$ 1,5 milhão foram investidos na compra de alimentos da agricultura familiar e aproximadamente 20 mil famílias foram beneficiadas.

Limma explicou que os produtos adquiridos são destinados para doação a famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional. "Eu sou um entusiasta desse programa e vou apoiar sempre", disse o deputado.

Próxima notícia

Dê sua opinião: