Cientistas descobrem gene que pode combater diabetes

Piauí Hoje


Pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém, em colaboração com universidades japonesas e americanas, descobriram como um gene específico do pâncreas afeta a secreção de insulina, abrindo um novo caminho para conhecer melhor e combater o diabetes. Os níveis de glicose no sangue são controlados fortemente pela secreção de insulina das células Beta no pâncreas. Uma secreção de insulina defeituosa provoca um baixo nível de glicose no sangue, levando à diabetes.Os pesquisadores estudaram o LKB1, um gene com muitas funções celulares e cujo papel no pâncreas ainda não era bem conhecido. Através de pesquisas com ratos de laboratório, eles descobriram que a eliminação do LKB1 nas células Beta leva a uma produção maior de insulina do que as células Beta normais, o que provoca uma reação que aumenta os níveis de glicose no sangue.A experiência abre a possibilidade de se desenvolver um tratamento que poderá limitar a presença deste gene nas células Beta do pâncreas, aumentando a secreção de insulina.

Fonte: Agências

Próxima notícia

Dê sua opinião: