ESTÁGIO

Estão abertas inscrições para estágio na Superintendência do Ministério da Saúde no Piauí

As bolsas variam de R$ 486,05 a R$ 1.125,69. Os estagiários ainda terão direito a auxílio transporte e a seguro contra acidentes pessoais


Estágio

Estágio Foto: Divulgação

Estudantes do ensino médio e superior têm até o dia 9 de março para se inscreverem na seleção de estágio remunerado da Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Piauí (Sems PI), com sede em Teresina. O estágio terá jornada de 20 ou 30 horas semanais e os valores das bolsas variam de R$ 486,05 a R$ 1.125,69. Os estagiários ainda terão direito a auxílio transporte e a seguro contra acidentes pessoais.

A Prefeitura de Marcos Parente está realizando processo seletivo com 48 vagas

Enem Action firma parceria com plataforma de Profissões on-line

4 principais concursos que podem ser abertos no Piauí

Inscrições

A inscrição certame para formação de cadastro de reserva é gratuita e deverá ser efetuada pelo e-mail estagiosemspi@saude.gov.br até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 09/03/2022, com o envio do formulário de inscrição (Anexo II) preenchido, bem como toda a documentação exigida no edital. 

O processo seletivo compreenderá uma entrevista individual de caráter eliminatório.

Poderão participar do processo seletivo estudantes matriculados que frequentem regularmente cursos de educação superior (Administração e Direito), ensino médio regular, técnico ou Educação de Jovens e Adultos (EJA) em instituições de ensino públicas ou privadas, reconhecidas pelo Ministério da Educação e conveniadas com o Ministério da Saúde. Mas caso a instituição de ensino do candidato não tenha convênio com o Ministério da Saúde, poderá ser firmado novo convênio de forma concomitante ao processo seletivo.

Cronograma

ETAPA

DATA

Período de inscrição

07 a 09/03/2022

Entrevista (data provável)

10, 11 e 14/03/2022

Resultado (data provável)

17/03/2022

 

Confira o edital aqui

Fonte: Superintendência Estadual do Ministério da Saúde no Piauí (Sems PI)

 

Próxima notícia

Dê sua opinião: