Adolescente hacker que invadiu sistema da Apple só queria um emprego

O rapaz não foi identificado mas tinha apenas 13 anos quando invadiu os sistemas da empresa tecnológica de Cupertino pela primeira vez


Imagem ilustrativa

Imagem ilustrativa Foto: Reprodução

O adolescente australiano de 17 anos que invadiu os sistemas informáticos da Apple entre 2015 e 2017 foi considerado culpado pelo tribunal de Adelaide, na Austrália. O rapaz (que não foi identificado) roubou o equivalente a 90GB em arquivos e ainda acessou contas de clientes.

O rapaz tinha apenas 13 anos quando invadiu a Apple pela primeira vez, uma iniciativa que de acordo com o respectivo advogado foi levada realizado com o objetivo de conseguir um emprego. “Ele não tinha ideia da gravidade da transgressão e esperava ser descoberto para conseguir um emprego na empresa”, defendeu o advogado do rapaz.

O juiz aplicou um período probatório de nove meses ao rapaz e encorajou-o a usar as suas capacidades “para o bem”, revelou o 'Business Insider'. Quanto à Apple, a empresa reforça que tem na segurança de dados uma das suas “maiores responsabilidades” e garante que “nenhum dado pessoal foi comprometido”.

Fonte: Noticias ao minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: