MEIO AMBIENTE

Cientistas fazem alerta sobre 'chuva' de microplástico no Ártico

Pequenas partículas do material com menos de cinco milímetros estão se espalhando ao redor do mundo


Bloco de gelo Patagônia

Bloco de gelo Patagônia Foto: Divulgação

A revista científica  Science Advances  publicou recentemente uma pesquisa apontando que está literalmente nevando microplásticos. O estudo foi conduzido por pesquisadores do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha. Na tentativa de descobrir exatamente como os microplásticos são transportados por grandes distâncias, eles pegaram amostras de lugares que deveriam estar relativamente livres do plástico.

Foram incluídos os blocos de gelo do Ártico, um arquipélago norueguês chamado Svalbard e os Alpes suíços. Os cientistas filtraram a água derretida do bloco de gelo e analisaram o material retido no filtro – e ficaram assustados com os resultados. Por litro de neve no Ártico, eles encontraram 14.400 partículas de microplástico . Em partes da Europa, eles encontraram até 154.000 partículas por litro.

Variando em tamanho de 11 micrômetros a 5 milímetros, a maioria dos detritos que sobraram eram feitos de verniz, borracha e outros tipos de plástico. A equipe diz que, como o pólen das plantas, os pequenos pedaços de plástico são puxados para o ar e movidos milhares de quilômetros antes de cair com a chuva e a neve .

“Até o momento, praticamente não há estudos investigando a extensão em que os seres humanos estão sujeitos à contaminação por microplásticos ”, disse a autora do estudo, Dra. Melanie Bergmann, em um comunicado. “Mas, uma vez que determinamos que grandes quantidades de microplástico também podem ser transportadas pelo ar, isso levanta naturalmente a questão de se e quanto plástico estamos inalando. Resultados mais antigos da pesquisa médica oferecem pontos de partida promissores para o trabalho nessa direção. ”



Fonte: Último Segundo IG

Próxima notícia

Dê sua opinião: