EDUCAÇÃO

No Piauí, Enem teve prisão de idoso em Parnaíba e falta de energia em Teresina

Na cidade de Teresina, duas salas na Universidade Federal do Piauí, ocorreram problemas com energia elétrica, sendo os alunos substituídos imediatamente para outras salas


ENEM

ENEM Foto: Foto: Reprodução

O Centro Integrado de Comando e Controle – Operação ENEM informa que durante as primeiras duas horas de prova do Enem, neste domingo (17), ocorreu uma prisão de um homem de iniciais JFFL, 70 anos, no Colégio Diocesano, sala 01, na cidade de Parnaíba. Segundo informações da Polícia Civil, JFFL possuía mandado de prisão em aberto e encaminhado para Central de Flagrantes do município.

Na cidade de Teresina, duas salas na Universidade Federal do Piauí, ocorreram problemas com energia elétrica, sendo os  alunos substituídos imediatamente para outras salas não havendo prejuízo com tempo com o horário da prova.

Leia também:

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial de vacinas contra Covid-19

Mais de 133 mil estudantes começam a maratona de provas do Enem

No Piauí, 133.786 candidatos se inscreveram e estão aptos a fazer o exame. 

Hoje serão aplicadas 45 questões objetivas de Linguagens e Códigos e 45 de Ciências Humanas, além da Redação. As provas terão cinco horas e meia de duração, começando às 13h30 e terminando às 19h30. Os portões dos locais de aplicação serão abertos mais cedo, às 11h15 (horário de Brasília). Assim, o participante terá até 1 hora e 45 minutos para acessar o local de prova.

Entre uma série de medidas adotadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para evitar a disseminação do coronavírus,  está o  uso obrigatório de máscara. O candidato que não usar será eliminado.  

Próxima notícia

Dê sua opinião: