ENERGIA

Equatorial realiza força tarefa para cadastrar beneficiados do Programa Luz Para Todo

Os futuros clientes precisam colaborar repassando seus dados pessoais para garantirem o direito às vantagens do projeto


Luz para Todos

Luz para Todos Foto: Ascom

Os futuros clientes precisam colaborar repassando seus dados pessoais para garantirem o direito às vantagens do projeto

O Programa Luz Para Todos foi criado em 2003 pelo Governo Federal com objetivo de levar energia elétrica para a população do meio rural. No período de 2020 a 2022, mais de 20 mil famílias piauienses serão contempladas pelo projeto. Para receber o benefício, é necessário o cadastro desses futuros clientes e validação da Aneel.

A Equatorial Piauí está em campo, desde o ano passado, com 50 equipes das empresas Cabrália e Progeo, realizando um levantamento domiciliar em todo o Estado para subsidiar recursos para ligar efetivamente as unidades consumidoras por meio do Programa Luz Para Todos. O prazo para finalizar esse cadastro encerra no dia 31 de março deste ano. Os profissionais, que se apresentam fardados e com crachá de identificação, utilizam um aplicativo para coletar as coordenadas do imóvel, fotos e documentos pessoais de identificação dos futuros clientes. Dos 224 municípios piauienses, os trabalhos foram concluídos em 164 deles.

Durante as visitas, é comum encontrar casas fechadas e isso tem dificultado a finalização dos cadastros. Uma carta comunicado é deixada na residência com solicitação do RG, CPF e Número de Identificação Social (NIS), se houver, e com número de contato para envio da documentação via WhatsApp, mas boa parte dos futuros beneficiados ainda não retornaram com os dados. Até fevereiro deste ano, foram visitados 21.725 domicílios e em apenas 8.965 (42%) foi possível atualizar o cadastro com todas as informações necessárias.

Ainda é grande o número de registros incompletos por conta da falta dos documentos pessoais. Sem os dados completos, milhares de famílias poderão ficar sem o benefício porque a Aneel só garante os cadastros com documentação correta. “O programa é executado mediante a celebração de contrato anual junto ao Governo Federal e o prazo previsto para a conclusão das obras que forem projetadas e autorizadas é 2022. Quem recebeu o comunicado da visita precisa entrar em contato com os números de telefone informados pelas empresas a serviço da Equatorial Piauí”, declara Joaquim Milhomem, Gerente de Relacionamento com o Cliente da Equatorial Piauí.

Em caso de dúvidas, os clientes da Distribuidora podem entrar em contato com o Call Center, pelo 0800 086 0800. O número de contato para envio da documentação via WhatsApp pode ser conferido na relação completa por municípios, clicando aqui.

Fonte: Ascom Equatorial

Próxima notícia

Dê sua opinião: