CORONAVÍRUS

Hospital da PM aguarda chegada de respiradores para receber pacientes graves da Covid-19

Toda estrutura física e de equipamentos já estão prontas, faltando apenas os respiradores


Secretário Florentino Neto

Secretário Florentino Neto Foto: Piauí Hoje

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) aguarda apenas a aquisição dos respiradores mecânicos para o funcionamento da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Teresina. De acordo com a Sesapi, o Governo do Estado do Piauí conseguiu garantir judicialmente a entrega dos equipamentos adquiridos e que não foram entregues devido a requisição administrativa feita pelo Ministério da Saúde junto às empresas contratadas pela Secretaria de Saúde.

Toda estrutura física e de equipamentos para o funcionamento da UTI já estão prontas. As obras também já executadas e no momento está sendo implantando todo o sistema de gases medicinais nas enfermarias e UTIs. A Sesapi informou ainda que já foi feita a seleção e convocação dos profissionais para assumir os seus postos de trabalho.

"A Sesapi e a Procuradoria Geral do Estado estão envidando todos os esforços para o cumprimento dos mandados judiciais no estado de São Paulo, nos quais garantem a entrega de equipamentos a que tem direito a Secretaria de Estado da Saúde. A Sesapi reitera que com o recebimento dos respiradores, a prioridade será a instalação dos equipamentos na UTI do Hospital da Polícia Militar. É importante ressaltar que a Sesapi sempre esclareceu que a entrega dos respiradores era a condição determinante para a instalação dos referidos leitos", disse a nota de esclarecimento da Sesapi.

O secretário de Saúde Florentino Neto gravou um vídeo para falar sobre o assunto. De acordo com o secretário, o Piauí tem feito um esforço muito grande para garantir todos os leitos de UTI com respiradores para atender a população com Covid-19.

"Temos um planejamento e data para colocar em operação outros leitos de terapia intensiva, mas ocorre que não temos governabilidade para tudo. Enfrentamos dificuldades principalmente neste momento em que todo o mercado é procurado por todos os gestores para a compra de equipamentos [...] O Piauí já tem uma ordem para que a empresa que foi comprado 80 respiradores entregue o equipamento", disse o secretário.


Fonte: Sesapi

Próxima notícia

Dê sua opinião: