CORONAVÍRUS

Firmino fala sobre dificuldade em contratar médicos do Piauí para atuarem nas UTIs

O prefeito de Teresina disse que há chances de contratar médicos de outros estados


Prefeito Firmino Filho (PSDB)

Prefeito Firmino Filho (PSDB) Foto: Reprodução

Em entrevista à imprensa nesta terça-feira (16), o prefeito Firmino Filho (PSDB) falou sobre a possibilidade de contratar médicos de outros estados para atuarem na linha de frente do combate contra a Covid-19 em Teresina. De acordo com o Firmino, a Prefeitura tem tido dificuldades para contratar médicos que atuem nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Firmino fez um apelo aos médicos do Piauí para se apresentarem e reforçarem o corpo médico de Teresina na luta contra o coronavírus. Em breve, o Hospital de Campanha, que leva o nome do empresário João Claudino será inaugurado e terá mais 60 leitos de UTI. A demanda por médicos de UTI vai aumentar ainda mais.

O Hospital de Campanha João Claudino fica anexo ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) e deve ser inaugurado ainda esta semana, mas não há médicos suficientes para atender a população.

“Existe a possibilidade de trazer médico de outros estados. Estamos focando aqui primeiro. Procure o HUT, estamos precisando de gente para trabalhar, para que possamos dar assistência a quem precisa", disse Firmino Fiilho.

COVID-19 em Teresina

Teresina registrou 204 novos casos de COVID-19 e 10 óbitos nas últimas 24 horas segundo o Painel Epidemiológico divulgado na noite de segunda-feira (15), pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Agora, a capital tem 4.624 casos da doença, além de 217 mortes pelo novo coronavírus.

Próxima notícia

Dê sua opinião: