PANDEMIA

Covid-19:Com aumento de casos, Sesapi alerta pede que seja realizado reforço em municípios

Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), emitiu um comunicado oficial aos municípios, através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde – CIEVS


Teste COVID-19

Teste COVID-19 Foto: Divulgação

O Piauí registrou um aumento de 731% nos casos positivos de covid-19. Os dados são do Boletim Epidemiológico Covid-19 da 24ª Semana- 12 a 18 de junho.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), a média móvel semanal  está em 19 casos. Preocupada com este crescimento dos infectados, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), emitiu um comunicado oficial aos municípios, através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde – CIEVS, solicitando o reforço na vigilância em saúde, notificação e vacinação da população.

“A Sesapi sempre está vigilante a situação da Covid-19 no estado e este aumento de casos nos colocou em alerta. Com isso também chamamos atenção dos nossos municípios, para que mantenham a vigilância dos casos, realizando a notificação dos mesmos, disponibilizando locais para a testagem e continuando a campanha de vacinação com o chamamento da população para tomar todas as doses, pois esta é a melhor forma de frear ao avanço da doença”, disse o secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior.

A taxa de transmissibilidade está em 1.05. As mortes pela doença continuam com a média móvel zerada. As internações por Covid-19 também apresentaram um crescimento, nos últimos sete dias, saindo de 24 pessoas internadas em leitos clínicos para 28. Nas UTI’s a média de ocupação era de 15 e subiu para 19 internados, já os leitos de estabilização saltaram de 04 para 08 a taxa de ocupação.

Notificação atrasadas de casos

O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde também recomendou aos municípios sobre a necessidade de encerramento dos casos no Sistema E-SUS Notifica, pois a falta dessa rotina de enceramento não contabiliza o caso para o Ministério da Saúde e para o Boletim da Sesapi. 

No último boletim do dia 20 de junho foram registrados 820 casos que estavam represados, uma vez que os municípios não concluíram a inserção. “Precisamos que nossos agentes, que fazem a inserção destes dados nos municípios, encerrem os mesmos e façam a conclusão dos casos notificados, pois sem a conclusão desses dados o Ministério da Saúde e a Sesapi não conseguem ter noção da realidade epidemiológica”, disse a coordenadora.

Farmacêuticos apontam falta de remédios nas redes pública e privada

Universidade Federal do Piauí vai ter posto de vacinação contra a covid-19

Próxima notícia

Dê sua opinião: