OBRAS

Wellington acompanha retomada das obras de duplicação da PI-112

O governador anunciou que a obra continuará, em parceria com a bancada federal, em direção às cidades de Miguel Alves e Porto do Piauí.


Visita a obra

Visita a obra Foto: Divulgação

O governador Wellington Dias visitou, na manhã desta quarta-feira (12), as obras de duplicação da PI-112, estrada que liga Teresina a União. Os serviços estavam paralisados por conta da pandemia da Covid-19 e foram retomados e seguem a todo vapor, com previsão de entrega para dezembro deste ano.

A obra iniciou com o alargamento da via no final da Av. Presidente Kennedy até a entrada da estrada da Cacimba Velha e prossegue até o Km 8, trecho bastante desgastado nos últimos anos.

Segundo o governador, a obra continuará, em parceria com a bancada federal, em direção às cidades de Miguel Alves e Porto do Piauí. “Agora, estamos retomando as obras. Já foi feita a parte de bueiro, pontilhões e a ideia é concluir mais dois quilômetros em direção à cidade de União, que é um polo importante. Estamos ainda com o DER, em parceria com o prefeito de União, trabalhando em direção a Miguel Alves, com recursos que são do Orçamento Geral da União e também recursos do Estado, em parceria com a bancada federal, trabalhando para fazer toda a recomposição Teresina-União-Miguel Alves em direção à cidade de Porto e, com isso, temos uma vida útil de uma rodovia boa por um bom tempo”, ressaltou Wellington.

Nas duas fases, toda a obra foi orçada em R$ 3,9 milhões e a previsão de conclusão é de 120 dias. “Essa é uma das obras mais importante dos nosso estado, não pelo seu valor, mas pela necessidade que tem hoje a cidade de Teresina, que é a maior cidade do Piauí. Estamos duplicando a saída para União, saindo do balão do Soim, seguindo com mais dois quilômetros de duplicação, que vai desafogar muito esse trecho de grande fluxo. Esse vem se juntar a outro projeto que o DER tem com a bancada federal de restaurar toda a rodovia de Teresina-Miguel Alves até chegar em Porto”, destacou o diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI), Castro Neto.

A obra contribuirá com o desenvolvimento comercial da região. Para o professor Ariclenes Freitas, liderança rural da Grande Socopo, essa é uma obra importante para os cerca de 70 mil habitantes do local. “Temos uma grande população aqui, portanto, agradeço ao Governo do Estado e ao DER por beneficiar os moradores da região da Grande Socopo. Essa obra vai nos trazer, em todos os sentidos, a mobilidade, o investimento no comércio e o desenvolvimento dessa região. Uma luta árdua que agora estamos vendo resultado para nossa população”, afirmou o representante.

O prefeito de União, dr. Paulo Henrique, concorda e reitera que a conclusão da obra trará mobilidade tanto para a população quanto para a produção. “Esse era um desejo da população e é uma maneira dos carros saírem com mais facilidade de Teresina, no sentido de União, bem como escoar toda nossa produção, facilitando a vida do povo de União. Então, só tem a agradecer em nome da população da minha cidade ao governador, que tem trabalhado muito por nossa região”, disse o gestor.

Todos esses serviços tiveram as obras reiniciadas graças ao decreto que autorizou, desde julho, a retomada dos trabalhos por parte das empresas da área da construção civil. “Essa é uma região que margeia o rio Parnaíba e, com isso, garantimos uma condição de influenciar na sua economia. É claro, essa área da infraestrutura tem um papel importante dentro do Pro Piauí de gerar emprego e renda, trazer desenvolvimento. Neste momento estamos em uma transição, trabalhando com cuidado e com toda a responsabilidade que a situação exige”, frisou Wellington Dias.

O deputado estadual Francisco Limma falou sobre a importância da estrada. “Além do emprego e da renda, ela facilita principalmente a mobilidade da população, tanto aqueles que se deslocam do Centro de Teresina até a região da Socopo, como também as pessoas que se deslocam de União, Miguel Alves, Porto, que passam todas por aqui que é um dos trechos de congestionamento que existia. Então, primeiro teve um alargamento e agora a retomada é importante porque vai facilitar a vida da população e todos aqueles que trafegam por aqui”, destacou o parlamentar.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: