ELEIÇÕES 2022

Rafael Fonteles é o mais novo governador eleito do Piauí no primeiro turno

Rafael foi eleito com 57,17% dos votos


Rafael Fonteles

Rafael Fonteles Foto: Divulgação

O professor e empresário Rafael Tajra Fonteles, do 37 anos, é o novo governador eleito do Piauí com 57,17% dos votos. O candidato do PT já obteve 1.115.139 votos válidos e derrotou seu principal adversário na campanha, o médico e ex-prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, do União Brasil, que teve 41,62%.

Rafael Fonteles ficou acompanhando a apuração dos votos em casa, com a família. Agora, ele vai para o Comitê 2, que fica na rua Antônio Ribeiro Gonçalves, por trás do Teresina Shopping, onde concederá entrevista à imprensa.Resultado parcial às 20h22 /Fonte: TSE

A eleição de Rafael Fonteles dá sequência a um vitorioso período do PT à frente do Estado. Foram quatro mandatos de Wellington Dias desde 2003, intercalados apenas por uma gestão do PSB (2011-2014). O agora também senador Wellington foi substituído por sua vice, Regina Souza, também do PT, a primeira governadora da história do Piauí.

O vice-governador eleito é o atual presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, deputado Temístocles Sampaio Pereira Filho, de 57 anos. Ele foi eleito oito vezes presidente da Alepi.

Rafael Fonteles durante votação
Quem é Rafael

Rafael Tajra Fonteles tem 37 anos, nasceu em Teresina e está envolvido com a política desde berço. Ele é filho do ex-deputado estadual e federal por dois mandatos Nazareno Fonteles. Filiado ao PT desde os 16 anos, sempre acompanhou os passos do pai, um dos fundadores do partido no Piauí. Ele é casado com Isabel e tem três filhos: Teresa, Thomaz e Elisa. 

Rafael começou a dar aulas aos 14 anos, quando ensinava seus amigos de graça. Aos 17, foi contratado como professor pelo Instituto Dom Barreto. Aos 18, abriu seu próprio cursinho pré-vestibular. Conquistou medalhas para o Brasil e o Piauí em olimpíadas internacionais de Química, Física e Matemática. Aos 18, abriu seu próprio cursinho pré-vestibular.

Primeiro lugar geral no vestibular da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Rafael concluiu o curso de Matemática em apenas dois anos (normalmente são quatro) e com nota máxima em todas as disciplinas. Fez mestrado em Economia Matemática no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), também com desempenho máximo e na metade do tempo.

Com apenas 29 anos, foi convidado pelo então governador Wellington Dias para ser Secretário de Fazenda do Piauí. Quando muitos estados brasileiros quebraram em meio à crise, o governo petista manteve o Piauí equilibrado, com as contas em dia — um dos poucos Estados sem dívidas com a União, o que ampliou sua capacidade de investimento.


À frente da Fazenda estadual, Rafael coordenou o Pro-Piauí, programa de desenvolvimento com obras e ações nas mais diversas áreas em todos os 224 municípios.

Rafael foi eleito duas vezes presidente do Comsefaz, comitê que reúne secretários de fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal, cargo do qual se afastou em março para disputar o governo estadual.

Plano de governo

No Plano de Governo apresentado pela Coligação Vamos Juntos pelo Piauí e pelo Brasil (PT, PCdoB, PV, MDB, PSD, PSB, PROS, Solidariedade e Agir), Rafael Fonteles cita a atuação do governo do Piauí no desenvolvimento social e econômico do estado nas últimas duas décadas de governos petistas.

“Deixamos a série D dos indicadores econômicos e sociais. Saímos do último lugar em tudo e subimos de categoria em todos os índices que refletem crescimento, qualidade de vida, inclusão, competitividade, equilíbrio”, disse o govenador eleito.

Ele lembra que, segundo o IBGE, o Estado não tem mais nenhuma cidade no mapa da pobreza do país. Agora, o governador eleito pelo PT se compromete a levar o Piauí para a “Série A” dos estados brasileiros.

O Piauí e suas conquistas

O Piauí é o Estado litorâneo com menor extensão de mar (66 km), mas ainda assim é destaque no turismo por abrigar o Delta do Parnaíba, onde as águas do Rio Parnaíba se encontram com o mar, numa área de proteção ambiental com cerca de 90 ilhas num cenário paradisíaco.

É o segundo maior produtor de castanha-de-caju do país e o terceiro maior produtor de grãos do Nordeste, famoso ainda pelos achados arqueológicos no Parque Nacional da Serra da Capivara, onde foram encontradas a cerâmica mais velha da América, pinturas rupestres e fósseis humanos e animais.

A maioria dos 2,5 milhões de eleitores deu a chance de continuidade a um período de avanços jamais visto no Estado, haja vista que 96% deles têm hoje orgulho de ser piauienses.

E a lista de conquistas é extensa: o PIB do Estado passou a crescer acima da média do Nordeste e do Brasil; a Internet é a 2ª mais veloz do Brasil, todos os municípios passaram ser interligados por asfalto.

O Piauí é também o campeão em vacinação contra a Covid-19, o salário de professores é superior ao piso nacional e tem o ciclo completo da educação, inclusive superior, em todos os 224 municípios.

Próxima notícia

Dê sua opinião: