CORONAVÍRUS

Mesmo com pressão das empresas, Firmino diz que não há data para volta do comércio

Firmino Filho falou sobre as diretrizes que foram definidas para o retorno das atividades econômicas


Prefeito Firmino Filho em conversa com os jornalistas

Prefeito Firmino Filho em conversa com os jornalistas Foto: Piauí Hoje

O prefeito Firmino Filho (PSDB) falou com jornalistas na manhã desta sexta-feira (29) por meio de videoconferência. Durante a conversa, ele disse que ainda não há uma data definida para a retomada das atividades econômicas, mas existe uma estratégia para isso.

O tema vem sendo bastante discutido na sociedade teresinense. Os empresários cobram a reabertura do comércio, mas as autoridades afirmam que é preciso adotar várias medidas para isso, estabelecendo um protocolo de segurança para que não haja disseminação do novo coronavírus.

“Já temos algumas informações para um diagnóstico e que nos possa dar uma perspectiva de futuro.  Foi formado um grupo com diversos setores, ainda não temos uma data, esse X ainda é desconhecido, mas é preciso traçar diretrizes para indicar como vai ser realizado esse processo de reabertura”, afirmou o prefeito.  

O comércio de Teresina está fechado desde março. A Prefeitura de Teresina criou protocolos para a reabertura gradual do comércio, que ainda estão sendo estudados pelo Comitê Gestor de Medidas de Enfrentamento à Covid-19.  Mais de 20 setores foram ouvidos pelo comitê, empresários e entidades de trabalhadores, da construção civil, contadores, advogados, hospitais, clínicas, profissionais de educação física, academias, lojistas, shoppings, indústrias e igrejas.

“Para que possamos conviver com esse risco, temos que adotar os protocolos de ordem geral. A primeira questão em relação ao distanciamento social. Outra diretriz que deve ser enfatizada é a higiene pessoal, que possamos direcionar uma cultura voltada toda para a higiene pessoal. É  fundamental também a  diretriz da higienização, limpeza dos ambientes. Precisamos da comunicação, especialmente para que todos tenham consciência dos seus riscos e fazer todo o distanciamento, e não menos importante o monitoramento das  questões de saúde, que devem estar presentes neste novo normal”, disse.

A ideia da Prefeitura de Teresina é alcançar o distanciamento social seletivo para permitir a reabertura do comércio. O protocolo desenvolvido vai classificar as empresas e serviços da capital em quatro fases que serão avaliadas a cada 14 dias.

Primeira fase: empresas com grande impacto econômico e baixo risco de disseminação do vírus no local de trabalho ou entre clientes;

Segunda fase: empresas com menor impacto econômico e baixo risco de disseminação do vírus no local de trabalho ou entre clientes;

Terceira fase: empresas com grande impacto econômico e alto risco de disseminação do vírus;

Quarta fase: empresas com menor impacto econômico e alto risco de disseminação do vírus.

Próxima notícia

Dê sua opinião: