PRISÃO

Homem que agrediu enfermeiras é preso por atirar fogos no STF

Segundo informações publicadas pelo jornal, a sede da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) sofreu uma tentativa de invasão por parte de 25 bolsonaristas.


Renan da Silva Sena

Renan da Silva Sena Foto: Divulgação

Renan Silva Sena foi preso neste domingo (14), suspeito de atirar fogos de artifício em direção a sede do Supremo Tribunal Federal (STF). O bolsonarista ficou conhecido por agredir enfermeiras durante manifestação. As informações são do Correio Braziliense.

Segundo informações publicadas pelo jornal, a sede da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) sofreu uma tentativa de invasão por parte de 25 bolsonaristas. Os manifestantes estão na frente do Complexo da Polícia Civil. Agentes fazem barreira para impedir que o grupo avance.

Fonte: Congresso em Foco

Próxima notícia

Dê sua opinião: