;

Governadores do Nordeste discutem pautas para o desenvolvimento da região

Os gestores definiram as pautas que levaram para encontro com o presidente da República.


Governadores se reúnem na sede do Governo do Pernambuco

Governadores se reúnem na sede do Governo do Pernambuco Foto: Álvaro Carneiro

Antes de participarem de reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, que será realizada nesta sexta-feira (24), em Recife, os governadores do Nordeste tiveram um encontro preparatório para definir as pautas que levariam ao presidente da República. O governador Wellintgon Dias participou da reunião, no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo de Pernambuco. Os gestores discutiram pautas pertinentes ao desenvolvimento da região, como geração de empregos, segurança, saúde, educação e turismo.

A reunião do Conselho Deliberativo da Sudene irá tratar da aprovação do plano regional de desenvolvimento para os próximos 12 anos e de um reforço de R$ 2,1 bilhões no orçamento do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). 

“Tivemos uma agenda preparatória com alguns membros das equipes e tratamos do acompanhamento para posicionamento dos governadores do Nordeste que têm sintonia com os governadores do Brasil sobre a MP do Saneamento para que possamos ter um papel importante nesse processo que viabiliza as condições de investimento direto ou em modelagens de parceria com a participação do setor privado”, disse Wellington. 

O chefe do Executivo piauiense destacou ainda o posicionamento dos governadores sobre a Reforma Tributária. “O Brasil precisa de uma reforma, essa é a nossa posição, porém, é preciso ter uma modificação que não piore a situação fiscal dos Estados. É preciso ter uma modelagem com patamar de transição que facilite a vida do setor privado que possa até ter perspectiva com o fim da guerra fiscal de redução de carga tributária, mas sempre com um olhar de não perder uma capacidade de investimento”, enfatizou Dias. 

Wellington adiantou que haverá uma proposta para criação de um comitê gestor que tenha uma coordenação dos Estados na definição sobre qualquer mudança na área tributária. 

Transportes

O Piauí colocará em pauta, ainda, a retomada da ferrovia Transnordestina, BR 222, BR 020 e o aeroporto de Bom Jesus. Haverá um reforço para as áreas de recursos hídricos, transporte, segurança, saúde, educação e investimentos que possam garantir a atração de participação privada para o estado. 

"O que eu vejo de mais positivo nessa reunião é que os governadores vão apresentar um pleito ao Condel e ao presidente para destinar 30% dos recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste para financiar diretamente os estados. Isso é mais ou menos R$ 9 bilhões por ano. É uma grande pauta que os governadores chegaram a um consenso e que vai trazer efeitos positivos e imediatos para os estados que estão precisando de recursos para bancar infraestrutura e outras demandas”, explicou o diretor da Piauí Fomento, Luiz Carlos Everton, que integra a comitiva do governo piauiense.

Fonte: CCOM

Próxima notícia

Dê sua opinião: