CRIME

GRECO assume investigação do roubo a joalheria em Teresina

A Polícia Civil irá pedir a transferência do grupo ao Piauí.


Suspeitos são presos em Goiás

Suspeitos são presos em Goiás Foto: Foto: PRF/Divulgação

Dois colombianos e um venezuelano foram presos nesta segunda-feira (20), na BR-050, em Catalão, no sudeste de Goiás pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), os homens são suspeitos de participarem do assalto a joalheria em um shopping de Teresina. O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) vai assumir as investigações do roubo ao estabelecimento, a Polícia Civil também irá solicitar a transferência dos suspeitos.

Veja mais:

>> Homem é preso por usar CNH falsificada na BR-135 no Sul do Piauí

>> Homem é morto a tiros na frente da mulher e do filho em Teresina



De acordo com informações, eles foram autuados por furto qualificado, associação criminosa e uso de documentação falsa. Eles se encontram presos por conta do flagrante e devem ser encaminhados para Teresina. As investigações apontam para a formação de uma quadrilha que realizou furtos nos shoppings do Pará, de São Luís, Fortaleza e por último em Teresina. A suspeita é de que mais pessoas possam estar envolvidas na ação.

O GRECO informou que o inquérito deve ser concluído em até dez dias e que as investigações continuam para tentar chegar em mais pessoas em mais pessoas e conseguir recuperar o material roubado.

Próxima notícia

Dê sua opinião: