PECULATO

Funcionário de banco rouba R$ 1,2 milhão de agência em Teresina e é preso ao tentar fugir

O bancário foi preso em Camocim, no Ceará


Banco do Brasil da Rua 13 de Maio

Banco do Brasil da Rua 13 de Maio Foto: Banco do Brasil

A Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado, prendeu nessa terça-feira (31), um funcionário do Banco do Brasil suspeito de roubar R$ 1,2 milhão da agência bancária localizada na Rua Treze de Maio, no Centro de Teresina. 

O bancário foi preso quando tentava fugir com o dinheiro. De acordo com informações do delegado Charles Pessoa, o banco percebeu a ausência do dinheiro na manhã dessa terça e acionou a polícia. No início, o banco acreditava que o funcionário havia sido vítima de sequestro porque não compareceu ao trabalho.

O próprio banco acionou a polícia após a suspeita do sequestro, mas logo os policiais descartaram essa possibilidade após investigação. A equipe da Polícia Civil do Piauí conseguiu localizar o funcionário na cidade de Camocim-CE, solicitando apoio a Polícia Militar do Ceará. 

O funcionário foi abordado por policiais do estado vizinho e foi encontrado o dinheiro e a chave de um dos cofres da agência no veículo dele. Em seguida, os policiais do Greco foram a residência do funcionário e lá foi apreendida outra quantia de dinheiro. 

O Banco do Brasil contabiliza um desfalque de R$ 1.200.000,00 (um milhão de duzentos mil reais), sendo o principal suspeito o funcionário. Ele foi preso por crime de peculato. O funcionário não teve o nome revelado. 

Homem é executado a tiros nesta manhã na zona sul de Teresina

Segurança da UFPI viu suspeito carregando corpo de Janaina na companhia de amigo

Homem é assassinado a tiros na zona norte de Teresina

Próxima notícia

Dê sua opinião: