DENÚNCIA

Ex-prefeito de Marcolândia, Chico Pitu, é acusado de agredir síndica em Teresina

O ex-prefeito teria dito palavras ofensivas contra a síndica de um condomínio no bairro Gurupi e o caso foi parar na Delegacia da Mulher


Chico Pitu, ex-prefeito de Marcolândia

Chico Pitu, ex-prefeito de Marcolândia Foto: Reprodução/Redes Sociais

O ex-prefeito de Marcolândia, a 463 km de Teresina, Francisco Pedro de Araújo, mais conhecido como 'Chico Pitu', está sendo acusado de injúria, calúnia e difamação após agredir verbalmente a síndica de um condomínio localizado no bairro Gurupi, na zona Sudeste de Teresina. Testemunhas afirmam que ele a chamou de vagabunda, ladra e outras palavras de baixo calão. O caso ocorreu na noite dessa quinta-feira (19) e foi parar na Delegacia da Mulher. 

De acordo com a síndica e fisioterapeuta Daiane Rodrigues, de 33 anos, a confusão começou no momento em que Chico Pitu, que tem um apartamento no condomínio, estava chegando em seu veículo e ficou irritado com o sistema de entrada do condomínio. 

O porteiro do prédio orientou que o ex-prefeito desse uma ré para que um outro carro que estava na frente do dele fosse liberado, já que só pode entrar um veículo por vez e a cancela precisava ser acionada via sensor.

"Eu estava próximo a portaria quando ouvi umas buzinas e uma pessoa falando alto, mas continuei conversando com um prestador de serviços que estava comigo. De repente vejo o porteiro pedindo para que um morador desse uma ré para liberar o sensor e o outro carro poder passar da cancela. Foi aí que ele [Chico Pitu] começou a me xingar, dizendo que sou vagabunda, escrota, moleca...o ronda do condomínio foi lá no carro dele pediu pra ele se acalmar, pois logo ele iria entrar e pediu que não xingasse, pois eu estava ali perto. Então foi aí foi que ele gritou mais, dizendo que ia passar por cima de tudo", explica Daiane.

A sindica contou ainda que foi até o veículo de Chico Pitu falar que ele já iria entrar. 

Daiane Rodrigues/Foto: Arquivo pessoal

"Eu pedi para o porteiro liberar a cancela porque a fila estava ficando grande. O morador olhou e disse: -Ah você que é a síndica! Você não passa de uma vagabunda", disse Daiane, que acrescentou ainda que Chico Pitu ficou repetindo os xingamentos e ela o pediu respeito. 

O ex-prefeito ficou bastante aletrado e os funcionários do condomínio interviram para que ele parasse de insultar a síndica ou até mesmo de agredi-la fisicamente, pois segundo testemunhas ele ameaçava sair do carro para agredir Daiane e o funcionário disse que não iria permitir.

A Polícia Militar chegou a ser acionada, mas Chico Pitu já havia se ausentado do local. Daiane foi orientada a registrar um Boletim de Ocorrência.

 Já na manhã desta sexta-feira (20), ela foi até a Delegacia da Mulher da zona Sudeste de Teresina. Agora, o ex-prefeito deve ser intimado para prestar depoimento. 

"Nunca pensei passar por isso. Eu fiquei em pânico, tive mil crises de ansiedades. Precisei ser medicada para dormir", concluiu Daiane Rodrigues.

OUTRO LADO

O Portal Piauíhoje.com tentou contato com Francisco Pedro de Araújo, mas até o momento ele não se pronunciou sobre o caso. O portal reitera que o espaço está aberto para qualquer esclarecimento. 

Usando nome falso, estuprador Marcos Vitor levava vida tranquila na Argentina

Presos suspeitos de estupro contra menina de 11 anos que está grávida pela 2ª vez

Mais uma piauiense é presa acusada de participar de atos golpistas em Brasília

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: