SEJUS

Coronavírus: Secretaria de Justiça nega pedido para suspender visitas a presos

Pedido foi encaminhado à Secretaria de Justiça pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários nesta sexta-feira (13)


Cadeia Pública de Altos

Cadeia Pública de Altos Foto: Divulgação/Sejus

A Secretaria de Estado da Justila (Sejus) negou pedido para suspender visitação aos detentos do Piauí. O ofício foi encaminhado pelo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (SINPOLJUSPI) nesta sexta-feira (13) ao secretário estadual de Justiça, Carlos Edilson. 

Em nota enviada ao Piauihoje.com, a Sejus afirma que as visitas seguirão normalmente e que já adota recomendações do Ministério da Saúde.

NOTA - SEJUS

A Secretaria de Estado da Justiça informa que as visitas nas unidades penais seguem normalmente. A Sejus reitera, ainda, que seguirá as recomendações do Ministério da Saúde e do Departamento Penitenciário Nacional quanto a situação do Coronavirus (Covid-19).

Já o Sinpoljuspi usou como justificativa recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) para conter o avanço do Coronavírus (COVID 19) no Brasil e no mundo.

“Pedimos que seja suspensa visitação a presos com a máxima urgência em todas as unidades prisionais do Estado do Piauí, por um período de no mínimo 30 dias, para posterior avaliação e evolução do Coronavírus, considerando que há no Sistema Prisional do Piauí presos oriundos de outros Estados em que há casos registrados pelo citado vírus e em virtude disse recebem visitas de familiares e advogados também desses Estados”, afirma o documento.

O Sindicato ressalta que a medida já foi adotada por outras unidades da federação e solicita ainda equipamentos de proteção individual (EPIs) contra a pandemia como máscaras, álcool, gel, luvas, outros.

Kleiton Holanda, presidente do Sinpoljuspi, pede ainda que seja montado Plano de Ações com a Secretaria de Saúde do Piauí, Fundação Municipal de Saúde de Teresina e Secretarias municipais onde existem Unidades Prisionais, visando tomar medidas preventivas e curativas com relação à doença nos presídios.

NOTA DO SINPOLJUSPI

O Sindicatos dos Policiais Penais do Estado do Piauí requereu na manhã de hoje a adoção de medidas preventivas por parte da SEJUS no sentido de combater o avanço da pandemia já declarada pela Organização Mundial de Saúde do CORONAVIRUS

A iniciativa do Sindicato tem como finalidade colaborar com a Sociedade e alertar a Secretaria de Justiça como gestora do Sistema Prisional desse problema e com efeito, zelar pela Saúde dos POLICIAIS  PENAIS,  detentos e demais usuários do sistema

Teresina, 13 de Março de 2020

Kleiton Holanda
Diretor-Presidente do SINPOLJUSPI

SESAPI

A reportagem tentou contato com a assessoria de comunicação da Sesapi a fim de saber se haverá alguma tratativa com o Sindicato sobre a situação dos presídios no Estado.  Até o fechamento da publicação nada foi informado. O espaço está aberto a quaisquer esclarecimentos.

Próxima notícia

Dê sua opinião: