COLETIVO SEGURO

Acusados de assaltos a ônibus na zona Leste são presos por policiais da Força Tarefa

A ação policial ocorre após Teresina ter registrado 37 assaltos a coletivos em menos de dois meses


Operação Coletivo Seguro

Operação Coletivo Seguro Foto: Montagem Piauihoje.com

Um dia após iniciar a Operação Coletivo Seguro, policiais da Força Tarefa sob o comando do Major Audivam prenderam dois homens acusados de roubar ônibus que fazem linha para a zona Leste de Teresina. A dupla foi presa portando uma pistola, um revólver calibre 38, arma artesanal, munições, celulares e dinheiro no terminal de integração do bairro Santa Lia.

"O Serviço de Inteligência nos passou informações de que os dois estariam fazendo verdadeiros arrastões aqui na região e nos ônibus da zona Leste e hoje nós fomos onde eles estavam escondendo esses produtos que são dos passageiros e das pessoas que ficam nas paradas de ônibus", disse o Major Audivam. Além do armamento apreendido, os suspeitos também utilizavam motos para a prática dos crimes.

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) deu início ainda na tarde de ontem (27) à Operação Coletivo Seguro, com rondas ostensivas nos ônibus em diversos bairros de Teresina. A operação foi deflagrada após reunião entre a SSP-PI, Polícia Civil, Militar, representantes do Setut e do Sintetro com o objetivo reduzir os furtos em transportes coletivos da capital.

O encontro ainda discutiu a possibilidade de implantação do Botão do Pânico nos coletivos para diminuir os altos índices de assaltos. A Polícia se comprometeu a colocar policiais disfarçados dentro dos ônibus, de acordo com Fernando Feijão, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviário.


Próxima notícia

Dê sua opinião: