DENÚNCIA

Morador denuncia descaso no transporte escolar de Barra D'Alcântara

Segundo o denunciante, há apenas um ônibus disponível para atender várias localidades na zona rural da cidade


ônibus escolar tem pane e assusta alunos no interior do Piauí

ônibus escolar tem pane e assusta alunos no interior do Piauí Foto: Divulgação

Um morador de Barra D'Alcântara, a 238 km de Teresina, procurou o Piauí Hoje para manifestar a sua preocupação com os alunos da zona rural do município. O denunciante pediu sigilo da fonte e afirma que os estudantes estão tendo que enfrentar lotação no transporte escolar e ainda chegam atrasados na escola e tarde em casa. O motivo é  que só tem um ônibus escolar para atender a grande quantidade de alunos. 

Diariamente, os alunos enfrentam um ônibus escolar completamente lotado, excedendo bastante a quantidade máxima de passageiros. A aula tem início às 13h e há dias em que os alunos só chegam às 17h45. A segurança dos alunos é posta em risco uma vez que a maioria tem que seguir em pé no veículo, sem ter ao menos onde segurar. Outro ponto observado pelo morador é que durante o percurso, o ônibus não tem mais espaço para pegar mais alunos e estes ficam no meio da estrada sozinhos, aguardando a próxima viagem e acabam chegando atrasados na aula.

Os alunos mais prejudicados moram nas localidades Porenquanto, Ferreiro, Garotão, Caraibinha e Escalvado, e estudam na zona urbana da cidade. Segundo o denunciante, deveria ter pelo menos dois ônibus e o único motorista disponível para a função ainda dificulta o o transporte dos alunos.

"Nesses quatro anos de mandato do prefeito Claudison Brito está acontecendo umas coisas que não aceito. Os alunos da zona rural ficam no meio da rua porque falta motorista ou falta transporte. O ônibus já está chegando 17H45 por causa da lotação e do peso. Quando chega no rio Berlenga não passa, sujeito a atolar ou cair de cima da ponte. Outra hora o prefeito não paga. Acho que tem que haver mais responsabilidade com as leis, o dinheiro do Fundef entra todo mês para isso", lamenta o leitor que fez a denúncia.

Por fim, o morador denuncia ainda que o motorista do ônibus muitas vezes deixa de pegar as crianças no horário certo. "O Zé Filho [motorista] nem sempre vem no horário certo, aí as crianças ficam esperando com fome e chegando tarde em casa. Outras vezes quando os filhos dele não vão para a escola, ele também não vai buscar as crianças, que ficam no interior a mercê do vigia ou de alguém que passe para levá-las à escola", conclui.

O Piauí Hoje tentou contato com a Prefeitura de Barra D'Alcântara, mas não obteve sucesso. Esclarecimentos a respeito da notícia veiculada podem ser acrescentados  a qualquer momento. 

Próxima notícia

Dê sua opinião: