AMARANTE

Família se recusa internar idoso após exame da Covid-19; hospital emite nota

O Hospital queria realizar a internação do idoso, mesmo ele não necessitando


Leitos Covid

Leitos Covid Foto: Divulgação

Os familiares do paciente José Antunes da Silva, de 74 anos – que foi diagnosticado com Covid-19 na terça-feira (6) após exame realizado no Hospital Regional de Amarante, não quiseram interná-lo conforme orientação dos profissionais de Saúde. A Direção da instituição se pronunciou sobre o caso (Nota no final da matéria).

O filho do idoso, José Maria Antunes da Silva, disse que não havia motivo para internar o pai, considerando que o mesmo não tinha a doença, conforme apontou o resultado do exame.

"O meu pai teve apenas um ferimento no dedo mínimo do pé. Nós o trouxemos ao hospital de Amarante apenas para uma consulta médica por causa desse ferimento. O médico disse que só iria atendê-lo se fosse feito o teste da Covid-19. O resultado saiu positivo, e eles já queriam internar o meu pai sem nenhum sintoma da doença, e nós não deixamos", disse José Maria.

VEJA MAIS:

Piauí recebe mais de 60 mil doses para complementação da vacinação

Hospital de Picos vai receber 20 novos leitos clínicos para pacientes com Covid-19

O idoso, que é morador da comunidade Rodrigo Mendes em Amarante, é hipertenso e faz parte do grupo de risco, também em razão da idade. Ele foi submetido a novo exame em uma clínica particular para confirmar ou não a contaminação pelo novo coronavírus.

"Nós fizemos um exame para ter certeza, pois o meu pai não tinha nenhum sintoma. O hospital só queria atender meu pai se ele ficasse internado, com o diagnóstico de Covid-19. Na clínica, onde fizemos o exame, o resultado diz que ele já teve a doença, mas está curado e sem oferecer nenhum risco de contágio", completou.

Segundo a diretora Nayra Camila – do Hospital Regional Dr. Francisco Ayres Cavalcante, e foi informado por meio de nota que os protocolos foram seguidos pela instituição. "Antes do paciente ser internado é realizado o teste rápido para saber se há ou não a existência de contágio com o vírus da Covid-19", disse ela.

 

Fonte: Somos Notícia

Próxima notícia

Dê sua opinião: