TELECONSULTA

Usuários reclamam de atendimento por telemedicina e Iaspi traz orientações

O Iaspi informa que nem todos os médicos que atendem presencialmente também atendem por telemedicina


Consulta por telemedicina

Consulta por telemedicina Foto: Imagem ilustrativa

Usuários do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí (Iaspi) reclamam nas redes sociais sobre o serviço de consultas por telemedicina, que foi implantado no mês de agosto deste ano. Segundo os usuários, o cadastro de médicos conveniados para atendimento por teleconsulta está desatualizado e não é possível saber quem atende em determinada modalidade e consequentemente não conseguem atendimento. Além disso, eles afirmam que os números de telefones do órgão não funcionam.

No entanto, o Iaspi informa que nem todos os médicos conveniados aderiram às duas modalidades, a presencial e a teleconsulta. O Iaspi também acredita que os segurados não estão sabendo como realizar o procedimento para ter acesso à teleconsulta.

"Nem todos os médicos que atendem pelo Iaspi se cadastraram para teleconsulta. Não é obrigatório! O profissional é quem deve querer atender pelas duas modalidades, a presencial e remoto", informou a assessoria de comunicação do órgão.

De acordo com o Iaspi, o sistema de teleconsulta disponibiliza mais de 70 profissionais em 24 especialidades. Entre  as especialidades estão Pediatria, Ginecologia/Obstetrícia, Cardiologia, Ortopedia, Urologia, Oftalmologia, Dermatologia, Neurologia, Otorrinolaringologia, Clínica Médica, Angiologia, Psiquiatria, Clínica Geral e até Neuro/Pediatra e Cirurgia Geral.   Na consulta por áudio e vídeo, é possível ter registro de informações médicas e o envio de receitas, inclusive de medicação controlada.

Para ajudar os segurados a utilizarem o serviço, o Iaspi divulgou um passo  a passo. É importante que o segurado faça o seu cadastro no portal do usuário através do site www.iaspisaude.pi.gov.br. O primeiro passo é ligar e agendar a teleconsulta com o médico/clínica que deseja; em seguida fazer o cadastro e login no site www.iaspisaude.pi.gov.br  para então acessar suas consultas marcadas na sala virtual. O sistema é simples e a plataforma implantada pelo IASPI para esse atendimento remoto é compatível com o prontuário médico utilizado nas diversas clínicas", explica. 

“A ideia é que fique a critério do profissional e do paciente a escolha de qual modalidade vai usar naquele momento, o que vai depender da especialidade médica, vai depender dos sintomas e do momento da patologia que o paciente está, pois algumas vezes é só um retorno ou uma troca de receita”, esclarece Daniele Aita, médica oncologista e diretora geral do Instituto, enfatizando que mesmo com o atendimento presencial, a telemedicina vem somar, é uma nova opção para comodidade e segurança do segurado.

Desta forma, vão permanecer os dois modos de atendimento, presencial e teleconsulta, de forma híbrida. A plataforma criada para o IASPI Saúde, tanto para segurados como para os profissionais médicos, segue estritamente a legislação da telemedicina.

O Iaspi ainda disponibilizou o o telefone da central de Atendimento do Segurado, que é 2106-8861. Lá, é possível receber informações sobre sua situação como número de consultas, rede credenciada, entre outros serviços.

Próxima notícia

Dê sua opinião: