LUTO

Pediatra Noé Fortes morre aos 75 anos em hospital particular de Teresina

O médico morreu em decorrência de complicações pós-cirúrgica


Médico Noé Fortes

Médico Noé Fortes Foto: Arquivo pessoal

O médico pediatra Noé de Cerqueira Fortes morreu aos 75 anos na manhã desta quarta-feira (13) no Hospital HTI, na zona Sul de Teresina. Ele estava internado desde quinta-feira (07) e foi submetido a uma cirurgia para tratar de um problema gastrointestinal.  Dr. Noé deu entrada no hospital com suspeita de síndrome do abdômen agudo. Foi operado no dia seguinte e estava consciente. De repente seu quadro se agravou e ele chegou a ser entubado, mas não resistiu e faleceu às 6h30 de hoje depois de adquirir uma infecção generalizada.

Em janeiro deste ano, o médico foi submetido a uma cirurgia de emergência e transferido no dia 22 de janeiro em um avião da Unimed para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar uma diverticulite. O pediatra é bastante conhecido em todo o Estado. Ele deixa a esposa Teresinha Fortes, que também é médica.

 O médico ocupou várias cargos no Piauí e foi professor da Universidade Federal do Piauí. diretor geral do Hospital Infantil Lucídio Portela, diretor do Hospital Getúlio Vargas, Presidente do Conselho Regional de Medicina, Presidente da Associação Piauiense de Medicina, Diretor do Centro de Ciências de Saúde da UFPI e Secretário Municipal de Saúde da Prefeitura de Teresina.

Nos últimos anos, Dr, Noé Fortes estava atendendo como nutrólogo e terapeuta complementar, atuando na medicina preventiva e integrativa. A família não divulgou informações sobre o velório e sepultamento. Devido à pandemia de Covid-19, acredita-se que haverá apenas uma cerimônia  rápida e restrita para os íntimos.

O Conselho de Medicina do Piauí e a Academia de Medicina do Piauí divulgaram nota de pesar pelo falecimento do médico. Confira:


Próxima notícia

Dê sua opinião: