CORONAVÍRUS

Médica piauiense morre vítima de Covid-19 em São Paulo

Adélia era pediatra e trabalhava em São Paulo, onde foi contaminada pelo coronavírus


Adélia Oliveira

Adélia Oliveira Foto: Arquivo pessoal

A médica piauiense Adélia Maria Araújo de Almeida Oliveira, 62 anos, morreu vítima de Covid-19 em São Paulo, onde exercia a profissão. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Servidores Municipais de São Paulo (Sindsep), que registrou a morte de  16 trabalhadores da área em decorrência da Covid-19.

A morte da Dra. Adélia Oliveira ocorreu no dia 10 de abril. A família e amigos da médica convidam a todos para participar de uma missa de 7º dia que acontecerá online nesta sexta-feira (17), às 18h, no Intagram @lourdesdavermelha. 

Adélia Oliveira formou-se na Universidade Federal do Piauí (UFPI) e foi a primeira médica do Piauí a morrer por infecção do coronavírus. Ela era pediatra e trabalhava no Hospital Municipal Infantil Menino Jesus, Bela Vista, em São Paulo.

De acordo com a direção do Sindsep, as informações foram coletadas por meio dos registros de colegas, amigos e familiares, nas redes sociais e em veículos de imprensa. O sindicato diz que "a Prefeitura Municipal de São Paulo e o Governo do Estado de São Paulo são incapazes de viabilizar uma listagem oficial dos trabalhadores doentes e com suspeita de  Covid-19, do mesmo modo não possuem um painel dos óbitos entre os profissionais da saúde pública na cidade e no estado de São Paulo".

Siga nas redes sociais
Próxima notícia

Dê sua opinião: