PROTOCOLO

HUT abre procolo para avaliar se há atividade cérebral em Gabriel Brenno

A equipe médica realizou uma série de exames para verificar se ainda há atividade cerebral


Gabriel Brenno

Gabriel Brenno Foto: Arquivo pessoal

A equipe médica do Hospital de Urgência de Teresina, que acompanha o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, realiza um protocolo de morte encefálica para saber se o cérebro do paciente continua ativo. O protocolo aberto na noite de quarta-feira (17) para diagnosticar se há atividade cerebral. 

O Protocolo de Morte Encefálica avaliou o quadro de saúde do paciente, que é gravíssimo. Os médicos queriam uma confirmação se ainda há atividade cerebral no paciente, que não reagiu a estímulos depois que foi suspensa a sedação.

O paciente deu entrada no HUT às 7h42 de quarta-feira, após ser baleado na cabeça quando saía de uma pensão na Rua Paissandu, no Centro de Teresina. Gabriel foi encaminhado imediatamente ao centro cirúrgico e, após o procedimento, ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu sedado.

O protocolo iniciado na noite de quinta-feira compreende três procedimentos: dois exames clínicos e um diagnóstico por imagem, que foram repetidos, antes de uma posição da equipe sobre a morte cerebral do paciente.

Confira a nota anterior do HUT:

“O paciente Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, 21 anos, deu entrada ontem, 17 de julho, às 7h42, vítima de [disparo de] arma de fogo na região da cabeça próximo a nuca. Imediatamente foi encaminhado para o centro cirúrgico, onde passou por cirurgia neurológica para reparar os danos causados pela bala (drenar o hematoma diminuindo assim a pressão intracraniana). Após ter findado o prazo de 24 horas da realização da cirurgia, por conta do uso de sedativo, a equipe de saúde que acompanha Gabriel realizou uma reavaliação do seu quadro de saúde. Diante da suspeita de Morte Encefálica, a equipe decidiu por abrir o Protocolo de Morte Encefálica. Esse Protocolo é composto por três exames (dois clínicos e um de imagem) que devem ser realizados no prazo mínimo de 24 horas após sua abertura. É importante esclarecer que a abertura desse Protocolo não é uma confirmação do quadro de ME, mas sim, a aplicação de testes e exames que irão confirmar ou não se o Gabriel ainda apresenta atividade cerebral.

Execução  

Gabriel Brenno pode ter sido vítima  de uma tentativa de execução por motivo passional, segundo uma das linhas de investigação da Polícia Civil, que acompanha o caso. Brenno foi baleado na cabeça, na manhã de quarta-feira (17), por volta de 7h15, ao lado de um curso preparatório, na Rua Paissandu, no Centro de Teresina. Equipes do 1º Batalhão da Polícia Militar atenderam á ocorrência prestaram socorro à vítima. 

Segundo informações da PM, o suspeito desceu de um veículo, um Chevrolet Onix cinza, efetuou o disparo e fugiu. As câmeras de segurança filmaram o carro do suspeito parado na Rua Quintino Bocaiuva, no canto superior direito do vídeo, embaixo de uma árvore e atrás de outros dois veículos. Um homem, de camisa clara, aparece correndo, entra no carro e sai em disparada. O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) já está investigando o caso.   

Fonte: HUT

Próxima notícia

Dê sua opinião: