DENÚNCIA

Homem solta fogos de artifícios no recinto de onça-pintada no Zoobotânico causa revolta

O homem está sendo investigado e pode responder por crime ambiental


Jovem é investigado por soltar fogos no em recinto de onça em Teresina

Jovem é investigado por soltar fogos no em recinto de onça em Teresina Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um homem identificado como William Paulo está sendo investigado após aparecer um vídeo, que ele mesmo gravou, soltando fogos de artifícios no recinto de uma onça-pintada no Bioparque Zoobotânico, na zona Leste de Teresina. Centenas de internautas criticam a atitude de William e ficaram revoltados com  a situação. 

O vídeo viralizou nas redes sociais e causou revolta entre os internautas. O Batalhão da Polícia Ambiental (BPA) está apurando o crime. 

William começa o vídeo dizendo que Teresina é a pior capital do Nordeste. "Estou aqui no Zoobotânico e por trás está a onça-pintada”.  Em seguida, ele acende os fogos de artifícios e joga no recinto da onça Tupã. No Piauí há uma lei que proíbe a queima e solta de fogos de artifícios que emitem sons barulhentos.

O vídeo foi gravado na quarta-feira (23) e William foi denunciado pelo ambientalista e jornalista Dionísio Carvalho. 

"Um meliante soltou um foguete do lado do recinto da onça pintada, Tupã, no Zoobotanico. Ele postou nas redes sociais. Estamos fazendo uma campanha para barrar a venda a destes artefatos que afetam animais, autistas, crianças, idosos e o nosso meio ambiente. Vamos levar essa denúncia até o delegado @emirmaiamartinsneto para a justiça ser feita. Mandem informações de onde podemos achar esse cabra safado. Ele num queria ficar famoso postando… o perfil dele é @willianpauloo ! Nos ajudem a localizar o endereço dele. E se soltarem foguetes pela cidade gravem e me mandem!', postou Dionísio em suas redes sociais.

A administração do Zoobotânico se pronunciou através de nota e disse que já tomou as devidas providências. O Zoobotânico ainda repudiou a ação, que vai contra a segurança e saúde dos animais.

Veja a nota na íntegra:

Diante da circulação nas redes sociais de um vídeo, onde um suspeito solta fogos de artifício nas dependências do Bioparque, próximo ao recinto da onça Tupã na tarde de ontem (23/11), o Bioparque Zoobotânico Piauí vem informar que acionou imediatamente o Batalhão da Polícia Ambiental, que tem sua sede instalada no parque, cuja missão consiste em prevenir e reprimir ações contra a flora, a fauna e o meio ambiente. 

Por oportuno, o comandante do BPA, Tenente Coronel Carlos Henrique Texeira, informou que o ocorrido configura crime ambiental e que já tomou as devidas providências, com a instauração de procedimento administrativo para apuração de todas as condutas incompatíveis com a preservação do meio ambiente e do bem-estar animal. 

A administração do Bioparque Zoobotânico Piauí, ao tempo em que não compactua com esse tipo de ação, repudia veementemente todas as práticas contrárias à segurança e a saúde dos animais.

Informa ainda que os fatos foram comunicados à 24ª Promotoria de Justiça de Teresina – Meio Ambiente, que tem como titular a Promotora de Justiça Carmelina Maria Mendes de Moura, para a instauração da Notícia de Fato.

Dessa forma, reitera a disposição para, através da sua administração, adotar todas as providências necessárias e colaborar para a apuração da ocorrência.

Próxima notícia

Dê sua opinião: