BIÊNIO 2023-2024

Desembargador Hilo de Almeida é eleito presidente do Tribunal de Justiça do Piauí

O Tribunal de Justiça elegeu a diretoria para biênio 2023-2024


Desembargador Hilo de Almeida Sousa

Desembargador Hilo de Almeida Sousa Foto: Tribunal de Justiça do Piauí

O desembargador Hilo de Almeida Sousa foi eleito presidente do Tribunal de Justiça do Piauí para o biênio 2023-2024. A eleição aconteceu nesta segunda-feira (3), durante sessão do Tribunal Pleno. Também foram eleitos o desembargador Manoel de Sousa Dourado como vice-presidente; o desembargador Olímpio José dos Passos Galvão como corregedor-geral; e o desembargador José Ribamar Oliveira, atual presidente do TJ, foi eleito corregedor extrajudicial. O mandato refere-se ao biênio 2023/202.

“O sentimento hoje é de gratidão. A Deus, ao Piauí, aos meus pares e a todos os que fazem o Tribunal de Justiça do Piauí. Nosso propósito é seguir em harmonia, dando nossa contribuição para a realização da Justiça em nosso Estado”, ressaltou o desembargador Hilo de Almeida Sousa, presidente eleito do TJPI.

Para o desembargador Olímpio José dos Passos Galvão, eleito corregedor-geral da Justiça para o biênio 2023-2024, o momento é de fortalecimento do Judiciário: “Reiteramos o nosso compromisso de trabalhar cada vez mais em prol de um Judiciário forte, a fim de melhorar prestação jurisdicional, com o objetivo de fazer o melhor para a sociedade”, declarou.

Quem é o desembargador Hilo de Almeida Sousa 

Nascido em 11/03/1957, na Fazenda Mocambinho, Mirador-MA, filho de Antônio Alves de Sousa e Cândida de Almeida Sousa (Embora seus pais tenham registrado como natural do Município de Colinas-MA).

Concluiu o Curso de Bacharelado em Ciências Jurídicas e Sociais na Universidade Federal da Paraíba, em 1980. Concluiu ainda o Curso de Licenciatura Plena em Administração, Contabilidade e Secretariado, além de ter cursado Pedagogia e Filosofia, estes, porém, incompletos, todos pela Universidade Federal da Paraíba.

Ingressou no Ministério Público do Estado do Piauí em 1983, após prestar Concurso Público de Provas e Títulos, no qual logrou honrosa aprovação em 5º lugar na ordem de classificação. Nesta ocasião, foi nomeado Promotor de Justiça Adjunto da 5ª Zona Judiciária com sede em Campo Maior – PI. Foi titular das Promotorias de Guadalupe, Paulistana, José de Freitas, Piripiri, Teresina (5ª Vara Criminal) e da Curadoria da Infância e Juventude, respondendo ainda pelas Comarcas de Cocal, Parnaíba, José de Freitas, Piripiri e Piracuruca.

Exerceu os cargos de coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias da Infância e Juventude e o de Assessor da Corregedoria Geral do Ministério Público do Estado do Piauí por aproximadamente 04 (quatro) anos. Promovido Procurador de Justiça, teve atuação nas Câmaras Reunidas Cíveis e Criminais e na 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí.

Nomeado para o cargo de Desembargador no dia 16/01/2012, na vaga do 5º constitucional cabível ao Ministério Público.

Foi corregedor-geral da Justiça do Estado do Piauí no biênio 2019/2020 e supervisor dos Juizados Especiais no biênio 2021-2022.

Fonte: Com informações do TJ-PI

Próxima notícia

Dê sua opinião: