CORONAVÍRUS

Decreto do governador Wellington Dias determina fechamento de bares e shoppings

O decreto estabelece ainda o controle do fluxo de pessoas de outros estados


Governador decreta estado de calamidade pública no Piauí

Governador decreta estado de calamidade pública no Piauí Foto: Ascom

No início da noite dessa quinta-feira (19), o Governo do Estado divulgou um decreto de calamidade pública no Piauí devido ao coronavírus. O documento estabelece todas as medidas que serão adotadas no estado para enfrentar a crise de saúde pública decorrente da pandemia de Covid-19. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) confirmou três caos da doença no Piauí até o momento. As novas medidas começam a valer a partir de meia-noite de sexta-feira (20). VEJA O DECRETO!

O decreto será encaminhado para votação na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). Após a aprovação dos deputados, o decreto entrará em vigor. A assinatura do decreto ocorreu no Palácio de Karnak após uma reunião do Comitê de Operações Especiais para os efeitos do coronavírus.

O que fica proibido de funcionar?

  •  bares e restaurantes;
  •  cinemas;
  •  clubes;
  •  academias;
  •  casas de espetáculo;
  • clínicas de estética;
  • atividades de saúde bucal/odontológica, públicas e privadas, exceto aquelas relacionadas aos atendimentos de urgência e emergência;
  • eventos esportivos;
  • atividades comerciais em shopping centers. 

Controle do fluxo de pessoas

O decreto determina ainda o  controle de fluxo de pessoas nas divisas do Estado. De acordo com o documento, o controle de fluxo de pessoas será exercido pela vigilância sanitária estadual, em articulação com os serviços de vigilância sanitária federal e municipais, e com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil. "

Os órgãos envolvidos no controle de fluxo de pessoas deverão solicitar a colaboração da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. O controle de fluxo de pessoas será exercido por meio de abordagem das pessoas que cruzarem a divisa estadual, as quais receberão orientações e determinações expedidas pelo serviço de saúde com objetivo de conter a contaminação pelo novo coronavirus", diz trecho do decreto.

Centro comercial

Nesta sexta-feira, o governador Wellington Dias vai se reunir com o presidente do Sindilojas, Tertulino Passos, para definir o funcionamento do comércio no Centro de Teresina.

Próxima notícia

Dê sua opinião: