FOMENTO

Caminhada Rumos do Itaú Cultural apresenta edital em Teresina

As inscrições para a edição Rumos Itaú Cultural 2019-2020, que devem ser efetuadas exclusivamente pelo site rumositaucultural.org.br


No dia 11 de setembro, das 18h30 às 20h30, a Casa da Cultura de Teresina recebe a Caminhada Rumos, formada por Ana de Fátima Sousa, gerente do núcleo de Comunicação, e Valéria Toloi, de Educação e Relacionamento. A proposta é apresentar o edital aos artistas, pensadores, pesquisadores, gestores da cidade e interessados no assunto, esclarecer dúvidas e também trocar informações. Criado há 22 anos, o Rumos é um dos primeiros editais do Brasil e o instituto, fundado em 1987, há mais de três décadas fomenta a produção e a difusão de trabalhos de artistas, produtores e pesquisadores brasileiros.


A instituição abriu, no dia 3 de setembro, as inscrições para a edição Rumos Itaú Cultural 2019-2020, que devem ser efetuadas exclusivamente pelo site rumositaucultural.org.br até as 23h59 de 18 de outubro – horário de Brasília. Para explicar como funciona, uma equipe do Itaú Cultural percorrerá todas as regiões do Brasil nesta Caminhada Rumos, já tradicional. Até o dia 11 de outubro, terá passado pelas 27 capitais de modo a abranger todos os estados e regiões do Brasil. A atividade já passou por Cuiabá (MT), Porto Velho (RO) e São Paulo (SP). Em todas as cidades, os encontros contam com interpretação em Libras, a Língua Brasileira de Sinais.


Em Teresina, o evento conta com a parceria da Prefeitura de Teresina por meio da Fundação Monsenhor Chaves e acontece na Casa da Cultura.

Sobre o Rumos Itaú CulturalUm dos maiores editais privados de financiamento de projetos culturais do país, o Programa Rumos, é realizado pelo Itaú Cultural desde 1997, fomentando a produção artística e cultural brasileira. A iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições desde a sua primeira edição, vindos de todos os estados do país e do exterior. Destes, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas nas cinco regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa.


Os trabalhos resultantes da seleção de todas as edições foram vistos por mais de 7 milhões de pessoas em todo o país. Além disso, mais de mil emissoras de rádio e televisão parceiras divulgaram os trabalhos selecionados.


Na edição de 2017-2018, os 12.616 projetos inscritos foram examinados, em uma primeira fase, por uma comissão composta por 40 avaliadores contratados pelo instituto entre as mais diversas áreas de atuação e regiões do país. Em seguida, passaram por um profundo processo de avaliação e análise por uma Comissão de Seleção multidisciplinar, formada por 21 profissionais que se inter-relacionam com a cultura brasileira, incluindo gestores da própria instituição. Foram selecionados 109 projetos, contemplando todos os estados brasileiros.

Fonte: AsCom

Próxima notícia

Dê sua opinião: