Presidente do Fla promete queixa na CBF contra arbitragem 'calamitosa'

"Foram noventa minutos de arbitragem com erros sucessivos contra o Flamengo", afirmou Eduardo Bandeira de Mello


Presidente do Flamengo Eduardo Bandeira

Presidente do Flamengo Eduardo Bandeira Foto: Rodrigo Coca / Flamengo

O presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello chamou de "calamitosa" a arbitragem da partida deste domingo (12) contra o Cruzeiro, no Maracanã - apesar da vitória rubro-negra de 1 a 0.

O dirigente acredita que não houve "erros capitais", mas sim "erros sucessivos contra o Flamengo". A arbitragem foi chefiada por Dewson Fernando Freitas da Silva, do Pará.

"Foram noventa minutos de arbitragem com erros sucessivos contra o Flamengo. Felizmente nós saímos com a vitória, mas o resultado poderia ter sido outro. Não tem nada para pedir (na CBF). O que a gente faz é registrar o nosso descontentamento num vídeo com todos os erros. Hoje não foram erros capitais, não teve pênalti inexistente, não teve gol em impedimento, mas foi aquela sucessão de jogadas em que o Cruzeiro sempre tinha direito de ter a posse de bola. Bola dividida que a gente ganhava era falta, bola dividida para eles não era falta, inversão, critérios totalmente diferentes", afirmou.

Ainda segundo a reportagem, Bandeira prometeu que vai abrir uma queixa formal nesta segunda-feira (13) na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). "Vamos levar um vídeo para comprovar o que estamos falando. É bom que a CBF saiba que o Flamengo está atento", disse.

Fonte: Noticias ao minuto

Próxima notícia

Dê sua opinião: