COVID-19

Pandemia de Coronavírus altera funcionamento dos shoppings e Centro de Teresina

As mudanças no horário de funcionamento começam a valer a partir de hoje (19)


Teresina Shopping

Teresina Shopping Foto: Alinny Maria/Piauí Hoje

A pandemia do novo corinavírus mudou a rotina do mundo inteiro e em Teresina não podia ser diferente. Já era previsto que o comércio seria afetado e por isso o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas)  e a Associação Comercial e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Teresina (CDL)  sentiram a necessidade de alterar o horário de funcionamento das lojas do Centro, bairros e shoppings para evitar a disseminação do coronavírus. 

A partir desta sexta-feira (20), as lojas do Centro passam a funcionar das 9h às 16h durante 15 dias. De acordo com o presidente do Sindilojas-PI, Tertulino Passos, após os 15 dias deve haver uma nova reunião para saber se há necessidade prorrogar a alteração do funcionamento do comércio.

 "A medida é exatamente para que possamos fornecer mais segurança tanto para o trabalhador quanto para os nossos consumidores. Os novos horários servem para que as pessoas evitem estar circulando nos ônibus em horários de picos, ou seja, no mesmo instante que os funcionários das repartições públicas. O novo horário começa a valer a partir dessa sexta (20) no centro e bairros, já nos shoppings Teresina Shopping, Rio Poty e Riverside o novo horário iniciou hoje (19). Tanto no centro, como nos bairros e shopping o novo funcionamento terá um prazo de 15 dias para posteriormente reavaliarmos a situação", disse Tertulino Passos.  

Shoppings

Os três shoppings center da capital também alteram o horário de funcionamento devido ao Covid-19.  As empresas decidiram reduzir o horário de funcionamento das lojas e serviços em prevenção a pandemia do novo coronavírus no Piauí. Vale ressaltar que até o momento não há nenhum caso da doença confirmado no estado.

Confira o horário de funcionamento dos shoppings:

TERESINA SHOPPING

SHOPPING RIO POTY

RIVERSIDE SHOPPING

Próxima notícia

Dê sua opinião: