CHUVAS

Sobe para 452 o número de famílias desabrigadas em Teresina devido aos alagamentos

As áreas de invasão no bairro Santa Maria da Codipi passarão a ser monitoradas


Alagamentos em Teresina

Alagamentos em Teresina Foto: Defesa Civil

Subiu para 452 o número de famílias desabrigadas em Teresina devido aos alagamentos provocados pelas fortes chuvas. Os dados são da Defesa Civil, atualizados nesta segunda-feira (10). Das 452 famílias desabrigadas, 358 estão inseridas no Programa Cidade Solidária.

A Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) faz alerta às famílias que estão em situação de desabrigo a procurar fazer o cadastro que dá acesso ao Programa Cidade Solidária. Os cadastros são feitos pelas Superintendências de Ações Administrativas Descentralizadas (Saads).

 Segundo Allan Cavalcante, secretário da Semcaspi, os benefícios do Programa Cidade Solidária, que inclui o valor de R$300 do aluguel social e os kits (acolhimento, limpeza e higiene) já estão sendo disponibilizados às famílias que estão em situação de desabrigo.

“Estamos fazendo a chamada para que as famílias atingidas pelas chuvas, que estão recebendo acolhimento de alguma família, seja na casa de parentes ou de amigos, que procurem as Saads de sua região, para que o cadastro seja efetuado e elas possam ser encaminhadas ao Programa Cidade Solidária, a fim de receber os devidos benefícios”, explicou.

Monitoramento em áreas de invasão

O Comitê Emergencial do Período Chuvoso, em reunião realizada nesta segunda-feira, (10), na Saad Norte, anunciou que fará um monitoramento em áreas de invasão no bairro Santa Maria da Codipi, na zona Norte da capital. A ação será iniciada no assentamento Lindalma Soares, que é considerada uma área de risco e imprópria para moradia.


Fonte: Semcaspi

Próxima notícia

Dê sua opinião: