SAMU de Teresina realizou quase 31 mil atendimentos em 2018

As urgências clínicas estão entre os casos mais recorrentes


SAMU

SAMU Foto: Ascom

A estatística do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Teresina revelou que, de janeiro a novembro de 2018, foram realizados 30.851 atendimentos. O número engloba orientações médicas por meio do número gratuito 192 e deslocamento de ambulâncias  para casos de urgência clínica, traumática, obstétrica, psiquiátrica e, ainda, transferência inter – hospitalar de pacientes em estado grave.

Segundo a pesquisa, as urgências clínicas estão entre os casos mais recorrentes neste período (30%). Os acidentes de trânsito ficaram em 2º lugar no ranking de atendimentos, sendo registrada a assistência a 5.526 pessoas acidentadas. Em seguida, ficaram os atendimentos a 1.335 pessoas vítimas de quedas e outros acidentes; 1.331 urgências obstétricas, 830 urgências psiquiátricas e 821 vítimas de agressão física.

O presidente da FMS, Charles Silveira, ressaltou o seu compromisso em aperfeiçoar, em 2019, o atendimento pré-hospitalar de Teresina. “Nós queremos estar juntos ao SAMU. É um serviço que funciona direito, que conta com uma equipe trabalhando em harmonia e iremos acompanhar permanentemente o trabalho desenvolvido ali, por meio de diálogo. O objetivo é otimizar as nossas estruturas, pois temos que nos preocupar com o usuário que busca o sistema”, disse.

De acordo com a diretora geral do SAMU, Francina Amorim, o órgão tem passado por melhorias na estruturação. “Em nossa gestão renovamos a frota de ambulâncias, expandimos a frota de motolâncias, estruturamos os pontos de apoio, implantamos o Núcleo de Segurança do Paciente e a CIPA e ainda contribuímos com a organização da Central de Transferências do município, destinada à transferências inter- hospitalares de pacientes estáveis”, afirmou.

Ela explica ainda que, em 2018, o Ministério da Saúde qualificou as ambulâncias do SAMU, processo que reconhece a qualidades destas unidades e o cumprimento às exigências legais. “Esta conquista representa o fortalecimento da rede de urgência e emergência. Para conseguirmos esse feito, realizamos muitas ações de melhorias, a exemplo de capacitações regulares dos profissionais”, finalizou.

Para usufruir do serviço do SAMU, a população deve entrar em contato com a Central de Regulação, por meio do número gratuito 192. O seu primeiro contato é com os telefonistas, que colhem dados como endereço e natureza da ocorrência. Posteriormente, a ligação é repassada para o médico regulador, que avalia o caso informado e classifica se é necessário o envio de ambulância de suporte básico, avançado ou se faz apenas orientações médicas.

Fonte: PMT

Próxima notícia

Dê sua opinião: