PANDEMIA

Hospital de Campanha vai receber idosos de abrigos com sintomas da Covid-19

O espaço do Lar da Fraternidade foi cedido pela Arquidiocese de Teresina para Hospital de Campanha em Teresina


Idosa em tratamento contra Covid-19 no Piauí

Idosa em tratamento contra Covid-19 no Piauí Foto: Renato Bezerra

O Hospital de Campanha Lar da Fraternidade vai ter nova finalidade. O espaço receberá idosos dos abrigos de Teresina que estejam com quadro leve do novo coronavírus. A decisão acontece após redução do número de internações relacionadas à Covid-19 na capital.

“A Prefeitura montou esse Hospital de Campanha no início da pandemia como medida preventiva, já que não sabíamos como seria de fato a propagação do vírus no município. Nós buscamos preparar a rede para os cenários da doença que foram projetados por estudiosos do tema. Felizmente, devido à todas as ações adotadas pela Prefeitura, a cidade tem leitos disponíveis para quem precisa de atendimento. Agora, esse espaço será bem aproveitado pela Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI), com apoio da FMS”, afirma o presidente da Fundação, Manoel de Moura.

O espaço do Lar da Fraternidade foi cedido pela Arquidiocese de Teresina. Foram investidos R$ 45 mil no local para melhorar a estrutura, com a realização de pintura e outros serviços de reparo, além da aquisição de materiais e equipamentos, que agora serão utilizados pela SEMCASPI e FMS. São 30 leitos disponíveis para os idosos com quadro leve de Covid-19 que precisam de isolamento.

Atualmente, a Prefeitura de Teresina mantém dois hospitais de Campanha: um na quadra de Badminton da UFPI, com capacidade para 86 leitos, e o outro anexo ao HUT, com capacidade de atender 60 pacientes com quadro grave da Covid-19. 


Próxima notícia

Dê sua opinião: