COVID-19

Hospital de Campanha do Verdão contará com salas de videoconferência

A estrutura está sendo implantada pela PPP Piauí Conectado, através da rede Piauí Conect


Verdão

Verdão Foto: Divulgação

O Hospital de Campanha que vai funcionar no Ginásio Dirceu Arcoverde (Verdão) para atender pessoas infectadas pelo novo Coronavírus (COVID-19) vai contar com uma estrutura tecnológica capaz de permitir que os pacientes sejam visitados por seus familiares, sem o risco de contágio, por meio de salas de videoconferência. A iniciativa faz parte de uma parceria do Governo do Estado com a Piauí Conectado, que já instalou a rede Piauí Conect no espaço e está montando a estrutura necessária para a realização das "visitas virtuais".

De acordo com o diretor de operações da Piauí Conectado, Leonardo Chagas, a tecnologia permitirá a comunicação dos familiares com os pacientes, oportunizando a interação social sem riscos e afastando a solidão que as pessoas diagnosticadas sentem em decorrência da facilidade do contágio. "A família será conduzida até uma sala do Verdão, chamada sala de apoio familiar, onde terá um equipamento com câmera. Da mesma forma terá na quadra, onde os leitos estão sendo montados. Assim, por meio de notebook ou tablet, as pessoas acamadas poderão conversar com os familiares", explica ele.

Ao todo, o Ginásio Verdão receberá 103 leitos para atender pacientes de baixa complexidade, 90 leitos clínicos e 13 leitos de estabilização para o tratamento dos infectados. A montagem da estrutura faz parte do plano estratégico emergencial do Governo do Piauí, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), para conter o avanço do vírus. Diante disso, o governador Wellington Dias, ressalta a importância da instalação da tecnologia de videoconferência que está acontecendo não somente no Hospital de Campanha, mas também nos presídios. 

"Neste tempo de coronavírus, quero agradecer parcerias como o Piauí Conectado, que tem tido muita criatividade e capacidade para dar soluções, para que possamos de um lado humanizar, de outro garantir as condições para não transmitir o coronavírus. Na área do Verdão nós temos o Piauí Conectado garantindo as condições para que as pessoas possam manter um contato através de videoconferência, conversar com os pacientes, sem transitar dentro da área de risco. Ao mesmo tempo, na área dos presídios, onde é possível que as famílias possam conversar com os presos", destaca o governador.

Para a Sesapi, a iniciativa é importante não somente no que diz respeito às visitas, mas também para facilitar a comunicação na rede hospitalar do Estado através da qualidade e velocidade do wifi Piauí Conect. O objetivo é montar um sistema que garanta a agilidade de atendimento em todas as regiões do Piauí. Segundo o Superintendente de Gestão de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Alderico Tavares, a tecnologia virtual vai colaborar muito para que isso seja possível, uma vez que facilita a comunicação com os outros hospitais da rede estadual de saúde.

"É de grande importância essa conexão que o Piauí Conectado vai estabelecer, até porque a gente vai trabalhar muito com classificação de riscos dos pacientes, os leves, moderados e os graves. Quando a rede toda estiver interligada por meio da internet, vai ter um destino próprio desses pacientes de acordo com o perfil dos hospitais. Então é muito relevante para atender os pacientes do Covid-19", diz.

PPP

A Piauí Conectado possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada (PPP) com o Estado do Piauí, através da Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc), com o projeto Piauí Conectado. O objetivo é colaborar para o desenvolvimento do Estado ao modernizar o sistema de comunicação digital da região, por meio da implantação de uma rede de fibra óptica com 5000 quilômetros de extensão que vai instalar 1500 pontos de internet nos 98 municípios mais populosos do Piauí, atendendo mais de 85% da população.

No entanto, a PPP vai além do fornecimento de internet. O projeto sempre busca soluções tecnológicas para as demandas emergenciais do Estado, como aconteceu, por exemplo, ao estabelecerem o regime de teletrabalho, quando a Piauí Conectado forneceu a licença da plataforma de videoconferência Cisco Webex para os servidores; com o hospital de campanha, ao montar a estrutura das salas de transmissão; entre outras intervenções tecnológicas.

A superintendente de Parcerias Público-Privadas, Viviane Moura, enfatiza a importância dos serviços disponibilizados pela PPP Piauí Conectado em meio à pandemia e ressalta que o trabalho prestado pelo projeto tem sido muito significativo e com um grande valor humano para toda a população.

"A gente chamou a Piauí Conectado e eles prontamente atenderam ao chamado. Eles estão ajudando no sentido de garantir que na sala de apoio familiar tenha conectividade e ferramentas capazes de garantir a comunicação entre os familiares e os pacientes que estarão internado. Trata-se de um projeto que a gente pensou junto como uma forma de humanizar e amenizar a aflição e angústia, principalmente para quem está do lado de fora. É como se fosse um remédio com doses de amor para minimizar o momento de isolamento", explica.

Fonte: Karoll Oliveira

Próxima notícia

Dê sua opinião: