FLEXIBILIZAÇÃO

CREF15, Sindicato e donos de academias discutem avanço de regras para reabertura no Piauí

Ainda de acordo com Danys Queiroz, a função do profissional de educação física se tornou essencial neste período de pandemia do coronavírus


Reuniao academias

Reuniao academias Foto: Divulgação

O Conselho Regional de Educação Física do Piauí (CREF15/PI) se reuniu com representantes do Sindicato das Academias do Piauí e empresários do ramo de atividade física de Teresina com o intuito de acompanhar como os estabelecimentos estão se adequando às recomendações de segurança e higiene para a reabertura e atendimento à população. O Protocolo de Biossegurança com os procedimentos adequados foi apresentado pelo Conselho ao Governo do Estado, Prefeitura de Teresina e donos de academias no mês de maio.

"O encontro contou com apenas 20 representantes, em um ambiente amplo e respeitando as regras de distanciamento, como forma de evitar aglomeração de pessoas. Seguimos com a previsão de que, em breve, as academias voltem a funcionar em um sistema que se adeque à nova realidade. Nossa ideia com esse encontro era conferir como as academias estão se adaptando, buscando seguir os pilares de higiene, distanciamento e prevenção de aglomeração. Tivemos um feedback positivo e identificamos que muitas estão preparadas e até com o padrão acima do solicitado e recomendado", comentou Danyz Queiroz, presidente do CREF15.

Ainda de acordo com Danys Queiroz, a função do profissional de educação física se tornou essencial neste período de pandemia do coronavírus para garantir o fortalecimento da saúde e qualidade de vida da população.

O presidente do CREF15 destacou que, durante o encontro, foi possível verificar a preocupação dos estabelecimentos com a manutenção da segurança e saúde dos clientes e profissionais de Educação Física. "A palavra que ficou clara é que as academias estão preparadas. As academias que ainda não fizeram todas as adaptações, estão concluindo e mostram que todas estão respeitando as normas e pensando na saúde dos clientes", concluiu.

Fonte: CREF PI

Próxima notícia

Dê sua opinião: