AJUDA EMERGENCIAL

Linha Emergencial para agricultura familiar enfrentar a pandemia recebe propostas até 31

Fundo Socioambiental Conexsus já recebeu mais de 150 propostas de crédito, primeiros contratos já foram assinados


Agricultura familiar

Agricultura familiar Foto: Ascom

A Linha de Crédito Emergencial do Fundo Socioambiental Conexsus está aberta para receber propostas até o dia 31 de agosto. A linha foi criada para socorrer cooperativas e associações produtivas da agricultura familiar que enfrentam dificuldades por causa da pandemia de coronavírus.

A iniciativa é fruto de uma pesquisa que o Instituto Conexsus realizou em abril, logo no início da pandemia, com mais de 130 cooperativas. A pesquisa perguntou quais eram as medidas que eram necessárias para cooperativas e associações da agricultura familiar e extrativista enfrentarem os impactos da quarentena nos seus negócios.

Crédito para capital de giro foi a demanda mais urgente apontada na pesquisa, que ajudou a definir o funcionamento da Linha de Crédito Emergencial. Lançada no começo de junho, a linha de crédito já recebeu mais de 150 propostas, e os primeiros contratos já começaram a ser liberados.

Faixas e condições do crédito

A Linha Emergencial tem três faixas de envio de propostas, com limites de acordo com o tamanho da cooperativa ou associação. Para as organizações com faturamento anual de até R$ 1,2 milhões, o limite de proposta é de R$ 50 mil. Aquelas com faturamento anual entre R$ 1,2 milhões e R$ 3,6 milhões pode solicitar até R$ 120 mil.

A terceira faixa de crédito emergencial tem limite de R$ 200 mil, para cooperativas e associações com faturamento anual acima de R$ 3,6 milhões.  O período de carência é de até dois anos, com carência de até 12 meses. A taxa de juros de 6,0% ao ano.

Como funciona
A concessão de crédito da Linha Emergencial acontece em duas etapas. A primeira consiste na elaboração de um projeto de solicitação de crédito através do formulário online disponível no site da Conexsus. Nesse momento, as cooperativas e associações não precisam enviar documentos. O objetivo é tornar o processo de solicitação e análise mais rápidos.

Após uma rápida análise para conferir se os pedidos se encaixam nas regras da linha de crédito, acontece a segunda etapa, na qual são pedidos documentos como estatuto e contrato social, comprovante do CNPJ e projeção de fluxo de caixa.

A partir daqui, as propostas são avaliadas por um comitê técnico que aprova ou não os pedidos. É possível também que o Fundo aprove parcialmente, condicionando o crédito a pequenos ajustes.

Após a assinatura, os empreendimentos passam recebem assessoria administrativo-financeira para adoção de boas práticas de gestão e transparência.

Confira detalhes da chamada de projetos e acesso formulário de inscrição no site: https://www.conexsus.org/plano-de-resposta-ao-covid-19/#fundo

Sobre
A Linha de Crédito Emergencial integra Plano de Resposta Socioambiental à Covid-19, programa da Conexsus, em parceria com a UNICAFES (União Nacional de Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária), o CNS (Conselho Nacional das Populações Extrativistas) e o Fundo Vale, em benefício de pequenos produtores e extrativistas. A iniciativa conta também com o apoio da rede de supermercados Pão de Açúcar, por meio do Instituto GPA, da Fundação Arymax, Fundação Good Energies, da CLUA, do Instituto Humanize e da B3.

Fonte: Gisele Neuls

Próxima notícia

Dê sua opinião: